Jornal do Commercio
Prisão

Janot pede que STF cancele liberdade do goleiro Bruno

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou um parecer ao STF solicitando revogação do habeas corpus

Publicado em 20/04/2017, às 10h28

Bruno foi solto em fevereiro após receber habeas corpus de  Marco Aurélio  / AFP
Bruno foi solto em fevereiro após receber habeas corpus de Marco Aurélio
AFP
Luana Ponsoni

Dois meses após ser solto, mesmo sem cumprir os 23 anos  pelo assassinato de Eliza Samudio, o goleiro Bruno Fernandes, do Boa Esporte, corre o risco de retornar à prisão. Na próxima terça-feira (25), a Primeira Turma do STF vai analisar pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitando a revogação do habeas corpus concedido ao ex-presidiário pelo ministro Marco Aurélio Mello. Antes sob a relatoria do ministro Teori Zavascki, morto em acidente aéreo ocorrido em janeiro deste ano, o processo agora está aos cuidados do ministro Alexandre de Moraes.

De acordo com o jornal O Globo, Bruno teve um pedido de liberdade negado pelo Superior antes da decisão pela soltura de Marco Aurélio Mello ser proferida. Por esse motivo, o goleiro deve voltar a prisão, já que, segundo Janot, não caberia a Marco Aurélio Mello apresentar habeas corpus contra decisão tomada por outros ministros do STF.



O caso chegou ao Supremo em caráter de urgência e teve de ser encaminhado pela ministra Cármen Lúcia para Marco Aurélio Mello após a morte de Teori. Foi então que Mello concedeu o habeas corpus a Bruno.

PRIMEIRA TURMA

Agora que Alexandre Moraes ocupou a vaga de Teori, o processo foi parar em suas mãos. Além do relator e de Marco Aurélio  Mello, a Primeira Turma do STF conta ainda com Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. As decisões são tomadas por maioria de votos.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Assunpção,20/04/2017

O lugar desse verme é a cadeia. Onde tá a justiça??

Por antonio,20/04/2017

essa justiça brasileira e toda destorcida, eu mesmo não confio na justiça brasileira.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM