Jornal do Commercio
Futebol

Sport e Santa Cruz conhecem adversários nas oitavas da Copa BR

Rubro-negros já passaram por quatro fases no torneio, enquanto tricolores fazem estreia

Publicado em 20/04/2017, às 12h04

Copa do Brasil de 2017 dará ao campeão um prêmio de R$ 12,8 milhões / Divulgação
Copa do Brasil de 2017 dará ao campeão um prêmio de R$ 12,8 milhões
Divulgação
ALEXANDRE ARDITTI
Twitter: @alearditti

Sport e Santa Cruz conheceram no início da tarde desta quinta-feira (20), em sorteio realizado na sede da CBF, no Rio, os seus adversários na fase de oitavas de final da Copa do Brasil. Os rubro-negros vão encarar o Botafogo, enquanto os tricolores terão pela frente o Atlético-PR. A ordem dos mandos de campo e as datas das partidas serão conhecidos em um novo sorteio, a partir das 15h.

As oitavas de final da Copa do Brasil contam com as estreias no torneio dos oito representantes nacionais na Copa Libertadores (Atlético-PR, Grêmio, Flamengo, Palmeiras, Botafogo, Santos, Chapecoense e Atlético-MG) além dos atuais campeões da Copa do Nordeste (Santa Cruz), Copa Verde (Paysandu) e da Série B do Brasileiro (Atlético-GO).



Eles se juntam a Sport, Internacional, Fluminense, Cruzeiro e Paraná, que passaram pelas quatro fases iniciais da Copa do Brasil. Os rubro-negros eliminaram até aqui CSA, Sete de Dourados, Boa Vista e Joinville, nessa ordem.

A fase de oitavas de final do torneio oferecerá o prêmio de R$ 1,05 milhão aos times que avançarem no torneio.

CONFRONTOS 

Atlético-PR x Santa Cruz
Grêmio x Fluminense
Flamengo x Atlético-GO
Palmeiras x Internacional
Botafogo x Sport
Santos x Paysandu
Chapecoense x Cruzeiro
Atlético-MG x Paraná


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM