Jornal do Commercio
Alta

Torcedor do Corinthians agredido em Curitiba recebe alta

Informação foi repassada pela Polícia Civil de Paraná, que está tentando entrar em contato com o torcedor para obter mais informações sobre a agressão

Publicado em 18/06/2017, às 17h16

Jonathan e outras cinco pessoas ficaram feridas após um confronto entre torcidas de Corinthians e Coritiba, momentos antes da partida entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro, realizada em Curitiba / Reprodução/Twitter
Jonathan e outras cinco pessoas ficaram feridas após um confronto entre torcidas de Corinthians e Coritiba, momentos antes da partida entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro, realizada em Curitiba
Reprodução/Twitter
JC Online
Com informações do UOL e Estadão Conteúdo

O torcedor do Corinthians Jhonatan da Silva, de 29 anos, que foi espancado por membros de uma organizada do Coritiba, recebeu alta na tarde deste domingo (18). A informação foi divulgada pela Polícia Civil do Paraná, que está tentando entrar em contato com o torcedor para obter mais informações sobre a agressão.

Jonathan e outras cinco pessoas ficaram feridas após um confronto entre torcidas de Corinthians e Coritiba, momentos antes da partida entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro, realizada na capital do Paraná. Um ônibus que levava torcedores da equipe paulista foi apedrejado após entrar em uma rua com os torcedores alviverdes.



No início da manhã, informações das Polícias Civil e Militar do Paraná indicavam que o estado de saúde do corintiano era grave. A Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe) chegou a dizer que Johnatan havia falecido, informação que foi negada posteriormente.

Torcedor do Coritiba é preso

O delegado Clóvis Galvão, da Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos, confirmou neste domingo (18) a prisão de um dos torcedores do Coritiba que agrediu corintianos antes do jogo entre os dois times, perto do estádio Couto Pereira, na capital paranaense. Segundo o delegado, João Carlos de Paula foi detido por suspeita de ser um dos agressores. Ele teria sido preso dentro do estádio ao ser identificado pelas roupas, flagradas por câmeras de segurança que registraram as agressões ao corintiano, ao lado do estádio.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM