Jornal do Commercio
NEGOCIAÇÃO

Philippe Coutinho se mantém neutro sobre ida ao Barça

O jogador não interfere na conversa entre Liverpool e Barcelona

Publicado em 08/08/2017, às 20h47

Philippe Coutinho parece neutro sobre possível transferência / AFP
Philippe Coutinho parece neutro sobre possível transferência
AFP
Estadão Conteúdo

Ao contrário das especulações que surgiram na Espanha na última semana e se intensificaram nesta terça-feira, Philippe Coutinho não expressou ao Liverpool o seu desejo de deixar o clube. Segundo apurou o Estado com pessoas próximas ao jogador, ele se mantém neutro na negociação e não interfere nas conversas entre os clubes. 

Se antes a amizade de longa data com Neymar colocava Philippe Coutinho perto do Barcelona, após a ida do colega para o Paris Saint-Germain, o meia do Liverpool passou a ser visto como seu possível sucessor. 

RUMORES

Nas semanas mais recentes, os rumores sobre uma transferência para o Camp Nou se intensificaram. Em suas declarações públicas, no entanto, o jogador repete que deixa as especulações para a imprensa. E ele se mantém longe das negociações também nos bastidores. 

Um possível transferência para o Barcelona, onde atuaria ao lado de Lionel Messi e do ex-companheiro Luis Suárez, pode ser atrativa para qualquer jogador. Na Espanha, ele teria oportunidades de disputar títulos e até ter um reconhecimento maior. 

No Liverpool, por outro lado, ele segue como líder técnico do time, o ídolo da torcida e jogando no campeonato nacional que é considerado o mais difícil entre os grandes da Europa. 



Nesta terça-feira, o jornal catalão Mundo Deportivo publicou que três dirigentes do Barcelona viajaram até a Inglaterra para sacramentar a contratação do brasileiro. Já o Sport, divulgou no meio desta tarde que Coutinho já teria aceitado a proposta do clube e que a confirmação do acerto sairia em "questão de horas". Há inclusive relatos de que ele não estaria se dedicando totalmente nos treinamentos nos últimos dias. 

Os dois jornais afirmam que, após o Liverpool recusar uma proposta inicial de 80 milhões de euros (R$ 293,9 milhões) pelo jogador, o time espanhol ofereceria 100 milhões de euros (R$ 367,3 milhões) para contratá-lo. Em janeiro deste ano, Coutinho renovou seu contrato com o time inglês até 2022. O acordo, contudo, não prevê o pagamento de multa rescisória caso seja quebrado. 

De modo inverso, a imprensa britânica se mostra muito mais cética sobre a negociação do jogador. O jornal local Liverpool Echo coloca que o jogador tem treinado normalmente e que sua postura dentro do clube não é motivo de queixas. O técnico Jurgen Klopp também mantém firme sua posição de que não cederá seu principal jogador. Em mais de uma oportunidade, ao ser questionado sobre o assunto em entrevistas coletivas, o alemão respondeu que o meia "não está à venda" e para o Barcelona "poupar suas energias". 

Após dois dias de folga geral, Coutinho voltou ao centro de treinamento de Melwood nesta terça-feira. Ele, porém, não treinou junto com o restante do elenco porque ainda trata das dores nas costas que o tiraram da vitória por 3 a 1 sobre o Athletic Bilbao, no último amistoso de pré-temporada do clube, disputado no sábado. Com isso, ainda não está confirmado para a estreia do Liverpool no Campeonato Inglês, no próximo sábado, contra o Watford, no Vicarage Road.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM