Jornal do Commercio
Copa do Mundo

Classificação da Suécia abre especulação sobre presença de Ibrahimovic

Suecos eliminaram a Itália nas Eliminatórias da Europa

Publicado em 14/11/2017, às 16h38

Ibra não jogou as Eliminatórias / Foto: AFP
Ibra não jogou as Eliminatórias
Foto: AFP
AFP

"Somos 'Zuecia'", comemorou Ibrahimovic utilizando um "Z" de Zlatan ao lado de foto com a seleção da Suécia: a mensagem de Ibra, com grande repercussão nas redes sociais, abriu especulações sobre o eventual retorno do craque à seleção, em país que explodiu de alegria com a classificação para a Copa do Mundo 2018.

Ibrahimovic se aposentou da seleção da Suécia em 2016. Mas agora que a equipe carimbou o passaporte para o Mundial da Rússia, o atacante do Manchester United, que se recupera de lesão, poderia voltar ao grupo?

A presença do atacante de 36 anos nas arquibancadas do San Siro alimentou as especulações. "Se a decisão fosse minha, eu levaria" confessou o representante do jogador, Mino Raiola, ao jornal Expressen. No entanto, o técnico Jan Andersson não parece ter a mesma opinião.

"Temos um time que teve muito sucesso durante a fase de classificação. Melhor falarmos dos jogadores que conseguiram isso, por favor", declarou o comandante em coletiva de imprensa após o jogo.

O trabalho técnico é aprovado com unanimidade, mais ainda por seu caráter modesto e pausado, virtudes valorizada no país nórdico. O técnico foi fotografado limpando o vestiário após a classificação.

"Quando Jan Andersson assumiu a seleção, não tínhamos nada", escreveu o jornal Aftonbladet. "Por arte de magia, os jogadores se elevaram antes de se ajoelharem com as mãos para os céus, como em uma oração", acrescentou.



Em lágrimas

O país, que tem aproximadamente 10 milhões de habitantes, vive desde segunda-feira em estado de alegria incondicional. Até o Primeiro Ministro Stefan Lofven mostrou sua alegria no Facebook: "Sim!! A Suécia vai à Copa do Mundo 2018 depois de dois jogos muito sólidos contra a Itália. Estávamos pressionados mas conseguimos. Parabéns para a seleção!".

Os suecos se impuseram à pressão do San Siro, surpreendendo a todo mundo do futebol e até eles mesmos.

"Nunca vivi algo assim. Estou em lágrimas", confessou o goleiro Robin Olsen. O zagueiro Andreas Granqvist, por outro lado, raspou a cabeça para pagar uma aposta.

"A Suécia se classificou para a Copa do Mundo e é uma loucura tão grande que volto a repetir: a Suécia se classificou para o Mundial", diz a crônica do Aftonbladet. "É incrível, surreal e desconcertante", avalia o jornal Dagens Nyheter.

Suécia é o primeiro time europeu a conquistar a vaga para o torneio, depois de ter cruzado com três finalistas da Copa durante a eliminatória: Holanda e Itália ficaram para trás, enquanto a França conquistou uma vaga direta no grupo dos suecos.

"Um sucesso histórico, único na Europa", parabeniza a rádio pública SR.

Na Rússia, a Suécia vai disputar o 12º Mundial de sua história, voltando ao torneio depois de duas edições fora. Já sem pressão, o país quer repetir a terceira colocação de 1994 ou chegar à decisão, quando sediaram o torneio. Na ocasião, campeonato não contou com a Itália.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM