Jornal do Commercio
MARCELINHO PARAÍBA

Marcelinho Paraíba, ex-Sport, é internado com suspeita de AVC

Marcelinho Paraíba está com 42 anos

Publicado em 01/03/2018, às 16h54

Marcelinho Paraíba defende o Treze / Divulgação/Treze
Marcelinho Paraíba defende o Treze
Divulgação/Treze
JC Online

Ex-jogador do Sport e atualmente no Treze de Campina Grande, o meia Marcelinho Paraíba pode ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) nesta quinta-feira. O jogador começou a sentir os sintomas da doença durante a tarde e foi levado para o Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, para receber os primeiros cuidados. Ele está atualmente com 42 anos.

Nem o Treze, nem o hospital aonde Marcelinho está hospedado, se prenunciaram sobre o ocorrido. O jogador foi atendido pelo neurocirurgião Luciano Holanda. A principal suspeita é de que o ex-rubro-negro tenha sofrido uma versão leve de AVC.



CURRÍCULO

Marcelinho Paraíba passou pela última vez no Sport em 2012, quando o Leão acabou rebaixado à Série B do ano seguinte. Ele já havia jogado na Ilha do Retiro em 2010 e 2011. O ex-rubro-negro atuou também por clubes como São Paulo, Grêmio, Hertha Berlim-ALE, São Paulo e Wolfsburg-ALE.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por ALAN SOUZA,01/03/2018

APESAR DE TORCE PRO SANTA CRUZ!!! ADIMRO BASTANTE O MARCELINHO P, BOM JOGADOR SEM FALAR QUE JOGOU NO MEU SÃO PAULO, MELHORAS PRA VC QUE SEJA APENAS UM SUSTO, ADORO ESSE JOGADOR!! FORÇA MARCELINHO.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM