Jornal do Commercio
NA BRONCA

Neymar se esquiva de pergunta sobre Real Madrid: 'está ficando chato'

Jogador foi eleito o melhor do Campeonato Francês

Publicado em 13/05/2018, às 21h33

Neymar classificou sua temporada de estreia no PSG como diferente / FRANCK FIFE / AFP
Neymar classificou sua temporada de estreia no PSG como diferente
FRANCK FIFE / AFP
JC Online

Presente na cerimônia que premiou os melhores jogadores do futebol francês, neste domingo (13/05), em Paris, o atacante Neymar foi esguio quando questionado sobre uma possível transferência para o Real Madrid. Ele chegou nesta temporada ao Paris Saint-Germain, mas, mesmo assim, sempre teve o seu nome ligado ao clube francês pela mídia europeia.

"Toda janela é assim. Falam diversas coisas, e eu não estou no momento de falar sobre nada. Todo mundo sabe o que vim fazer aqui (no PSG), os objetivos que tenho. E, bom, agora o meu objetivo é Copa do Mundo, e não ficar falando sobre transferência ou não, porque vou ficar a minha vida inteira falando sobre isso, e está ficando um pouco chato", disse o camisa 10 da seleção brasileira.



TEMPORADA DIFERENTE

Neymar foi eleito o melhor jogador do Campeonato Francês, mesmo perdendo a reta final da competição por conta de uma lesão no pé. O jogador classificou a temporada como "diferente", mas ressaltou o fato de ter feito grandes partidas quando esteve em campo.

"Foi um ano de muito aprendizado, diferente para mim. Todo mundo sabe dos meus objetivos, por que eu vim para o Paris. No balanço geral, foi um ótima temporada, acabou sendo atrapalhada um pouco pela lesão que tive, de ficar três meses parado. É horrível para um atleta, mas feliz pela média de jogos e de gols, feliz por ter ajudado os meus companheiros de alguma forma e ter feito parte da temporada do Paris", completou.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM