Jornal do Commercio
TROCAS

Náutico não mantém um único técnico a temporada inteira desde 2004

De 2015 para cá, o Timbu já teve 31 treinadores, o que dá uma média de um a cada quatro meses e meio

Publicado em 17/02/2017, às 06h32

Último título conquistado pelo Náutico foi sob o comando de Zé Teodoro / Foto: JC Imagem
Último título conquistado pelo Náutico foi sob o comando de Zé Teodoro
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

A saída de Dado Cavalcanti do comando do Náutico já não deve ser nenhuma surpresa para os alvirrubros. Afinal, o torcedor timbu já se acostumou com as inúmeras trocas de treinadores nas últimas temporadas. Para se ter noção, nos últimos 12 anos, 31 técnicos estiveram à frente da equipe alvirrubra (contando os interinos), o que dá uma média de um a cada quatro meses e meio.

Cinco deles, inclusive, trabalharam no clube por mais de uma vez, caso de: Roberto Fernandes (3), Alexandre Gallo (3), Waldemar Lemos (2), Lisca (2) e Dado Cavalcanti (2). Coincidência ou não, a última vez que o Náutico teve um único treinador durante a temporada inteira foi em 2004, justamente o ano que Zé Teodoro conseguiu ajudar o Timbu a levantar o troféu do Pernambucano, a última conquista do clube. Isso mostra claramente que a troca de treinadores pode até trazer um ânimo novo ao elenco de imediato, mas que a longo prazo não se vê resultados consistentes e que sejam traduzidos em títulos.

Diante da saída prematura de Dado Cavalcanti, a diretoria alvirrubra vê todo o planejamento feito para 2017 correr o risco de não dar certo, já que tudo foi feito com a participação direta do agora ex-treinador. Com isso, a intenção dos dirigentes timbus é trazer alguém que possa chegar e se adaptar com o elenco que o Náutico conta atualmente, sem mudanças drásticas no grupo.

ESPECULAÇÕES

Os nomes de Milton Mendes, Sérgio Soares e Marquinhos Santos - todos sem clubes - foram cogitados nos Aflitos. Contudo, os treinadores foram procurados pela reportagem do JC e negaram qualquer tipo de contato por parte da diretoria do Náutico. Como o time já volta a campo na próxima segunda-feira (20), contra o Belo Jardim, às 20h30, no estádio do Arruda, pela 4ª rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano, caso o novo comandante alvirrubro não seja contratado até lá, o auxiliar-técnico do clube, Levi Gomes, deve colocar o time em campo pelo Estadual.

Recomendados para você


Comentários

Por Observador,17/02/2017

Típica matéria não-construtiva, com o intuito único de depreciar o Náutico. Tal fato não é exclusividade do Náutico, mas de todos os Clubes de PE e do Brasil. Entretanto, não vi menção a qualquer um deles na matéria... Compreendo a necessidade de manutenção do técnico para um planejamento, mas insistir na incompetência é burrice. É preciso manter um técnico no longo prazo sim, mas um bom técnico. Não um que seus erros sejam tolerados e no momento em que comece a dar resultados, abandone o Clube por causa de $$$, pois não tem identidade com o mesmo.

Por Gustavo,17/02/2017

Quem contrata é diretoria e quem demite são os meios de comunicação. Vocês estão reclamando de que. Tite já.kkkkk



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM