Jornal do Commercio
JEJUM

Náutico: Alison quer acabar com ''seca'' de gols diante do Santa Cruz

O centroavante, de 21 anos, ainda não marcou nenhum gol com a camisa alvirrubra

Publicado em 10/03/2017, às 06h19

Alison foi titular em sete partidas das 11 disputadas pelo Náutico em 2017 / Foto: JC Imagem
Alison foi titular em sete partidas das 11 disputadas pelo Náutico em 2017
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Contratado para ser uma das referências ofensiva do Náutico, o atacante Alison ainda não conseguiu desencantar com a camisa alvirrubra. Nas 11 partidas disputadas pelo Timbu na temporada 2017, o centroavante foi titular em sete, mas ainda não marcou nenhum gol. Fato que já vem incomodando bastante o centroavante.

“Queira ou não queira, eu carrego um peso nas minhas costas. Minha esposa até brinca comigo que está na hora de fazer um gol. Meu filho chuta a bola e diz: gol do Alison. Isso mexe comigo. Mas estou confiante, treinando bem e espero que domingo saia esse gol”, desejou Alison.

Acostumado a jogar dentro da área esperando ser municiado pelos meias, o centroavante vem procurando sair mais pelos lados, já que a bola não está chegando. E vem dando certo. Alison tem se especializado em deixar os companheiros em condições de marcar. Nos últimos quatro jogos, ele deu duas assistências para gols: uma Marco Antônio deixou a sua marca diante do Belo Jardim e outra foi Erick que balançou a rede do Sport após cruzamento do camisa 95.

“Venho sendo feliz nas assistências e ajudando a equipe a sair de campo com as vitórias. Daqui a pouco os meus gols começam a sair”, declarou.

CONCORRÊNCIA

Para o clássico contra o Santa Cruz, domingo, na Arena, pelo Nordestão, Alison terá a sombra do 3º maior artilheiro do Brasil em 2016, que está recuperado de lesão e fica à disposição de Milton Cruz. “Isso é bom pra nem eu e nem o Anselmo nos acomodarmos. Nos motiva durante os treinos para trabalhar forte e não sair mais do time”, falou Alison.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM