Jornal do Commercio
EQUILÍBRIO

Náutico encontrou o equilíbrio com a chegada de Milton Cruz

O ataque alvirrubro marcou 21 gols e a defesa sofreu apenas seis gols sob o comando do novo treinador

Publicado em 13/04/2017, às 06h38

Dos 17 jogos disputados pelo Náutico, Éwerton Páscoa esteve em campo em 16 partidas / Foto: JC Imagem
Dos 17 jogos disputados pelo Náutico, Éwerton Páscoa esteve em campo em 16 partidas
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Se o ataque do Náutico já marcou 21 gols desde a chegada de Milton Cruz, a defesa alvirrubra não fica atrás. Nas noves partidas comandadas pelo novo treinador, o Timbu só sofreu seis gols - sendo que ficou sem ser vazado em quatro duelos. Os números só comprovam o equilíbrio que a equipe adquiriu nos últimos compromissos, o que será fundamental para conseguir superar o Sport nas semifinais do Pernambucano.

“A nossa defesa está se consolidando cada vez mais. Sabemos que uma defesa segura faz o time ficar forte. Temos total consciência de nossa importância para esse jogo na Ilha do Retiro. Se fizermos uma grande partida, marcando forte e de forma compacta, podemos encaminhar um grande resultado para o segundo jogo”, contou Éwerton Páscoa.

 

 

Mesmo com a superioridade financeira do Sport, o zagueiro alvirrubro acredita que o Náutico tem condições de surpreender o rival leonino em seus domínios. “Temos de neutralizar o time deles e procurar fazer uma marcação em cima. Nossa equipe já mostrou que sabe se portar bem quando não está com a bola. Além disso, a gente conta com jogadores rápidos lá na frente e que procuram sair rapidamente para puxar os contra-ataques. Como o Sport vai atuar em casa e deve sair para o jogo, devido a empolgação da torcida, temos de estar preparados para isso”, declarou o zagueiro.



Agora do lado alvirrubro, o defensor de 28 anos garante que não terá nenhum gosto especial em vencer sua ex-equipe. “Especial mesmo, pra mim, será se o Náutico chegar à final e, depois, ser campeão. Para que possamos conquistar esse objetivo teremos de passar pelo Sport, que está no nosso caminho”, explicou.

REGULARIDADE

Considerado um dos líderes do atual elenco alvirrubro, Páscoa tem sido um dos jogadores mais regulares da equipe na temporada. Das 17 partidas que o Náutico disputou no ano, o camisa 4 esteve em campo em 16 delas, só ficando de fora diante do Salgueiro, na 3ª rodada do Hexagonal do Título, quando o então treinador Dado Cavalcanti resolveu poupar alguns titulares na Arena de Pernambuco.

“Fico feliz com esses números. Me dá confiança e alegria de jogar, além de me fazer crescer a cada jogo. Estou conseguindo essa sequência e, graças a Deus, sem nenhuma lesão”, comemorou Éwerton, que vem mostrando um futebol seguro ao lado de Tiago Alves. “Conversamos muito durante o jogo e temos uma amizade fora de campo. Fiz umas 13 ou 14 partidas ao lado dele e já sei quando ele fica mais ou quando sai para dar o bote no adversário. Isso faz com que o nosso entrosamento aumente cada vez mais”, declarou o defensor timbu.


Recomendados para você


Comentários

Por Marcelo Magalhães,14/04/2017

Afinal, em nome de Jesus, quando termina esta porcaria??? Isso é um atraso, quatro meses perdidos, absolutamente perdidos! Que saco!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM