Jornal do Commercio
PSICOLÓGICO

Náutico espera recuperar o moral para a decisão com o Sport

Derrota na Ilha do Retiro mexeu com o emocional do elenco alvirrubro

Publicado em 19/04/2017, às 06h37

Milton Cruz terá trabalho para ajustar a parte técnica, tática e psicológica do elenco do Náutico / Foto: JC Imagem
Milton Cruz terá trabalho para ajustar a parte técnica, tática e psicológica do elenco do Náutico
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Os dois gols de Juninho nos minutos finais do clássico do último domingo ainda atormentam o Náutico. Mais do que a derrota, o placar desfavorável mexeu com o moral dos alvirrubros. Por isso, durante essa semana, além de corrigir os erros técnicos e táticos que a equipe apresentou na primeira partida da semifinal do Pernambucano, Milton Cruz terá de trabalhar bastante o psicológico dos seus comandados para buscar reverter a vantagem rubro-negra.

 

O próprio Marco Antônio – capitão e um dos mais experientes do elenco – admitiu que o revés na Ilha do Retiro trouxe um abalo emocional no plantel. “Momentaneamente causou. Muitos do nosso grupo estavam disputando o primeiro jogo decisivo num clássico dessa importância e desse tamanho. Mas já tivemos um dia em casa para remoer a derrota e hoje (ontem) foi dia de trocar ideia com a cabeça mais tranquila e mais sossegada para projetar o próximo jogo”, contou o meia.



Uma das estratégias sugeridas pelos jogadores acostumados a disputar decisões foi a de que o grupo compartilhe ao longo da semana momentos vitoriosos que viveram para que a confiança alvirrubra possa ser retomada. “Falei para o grupo que temos de trazer coisas positivas nesses dias que antecedem à decisão. Em meio a tantas coisas que nos tiram o sono é importante trazer lembranças boas que cada um viveu na carreira”, comentou Marco.

LEMBRANÇA

Um dos feitos relembrados pelo camisa 10 foi o último título conquistado pelo Náutico, em que ele foi um dos destaques daquela campanha, com apenas 19 anos. “Sem dúvida que o fato de hoje (ontem) fazer 13 anos que o Náutico conquistou o Pernambucano nos traz confiança de que podemos chegar lá. Estamos passando por dias difíceis, mas temos de superar tudo isso. O nosso grupo é bom e estamos fechados nesse objetivo”, concluiu.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM