Jornal do Commercio
FUTURO

''Eu quero ficar'', diz Maylson sobre futuro no Náutico

Meia ainda negocia uma possível redução salarial com o Timbu

Publicado em 17/05/2017, às 06h51

Náutico ainda tem pendências financeiras com Maylson / André Nery/Acervo JC Imagem
Náutico ainda tem pendências financeiras com Maylson
André Nery/Acervo JC Imagem
Matheus Cunha
mfacunha@outlook.com

No que depender da vontade de Maylson, o meia deve permanecer no Náutico. Ainda resolvendo pendências relacionadas aos salários atrasados e uma possível redução salarial para sua sequência no clube, o jogador garante que nunca faltou vontade em vestir a camisa do time alvirrubro. Questionado sobre quando o imbróglio irá se resolver, o atleta afirmou que até o fim dessa semana terá o futuro definido. 

"Espero que isso tudo se resolva essa semana, para ter mais tranquilidade para trabalhar. Espero que o final seja bom para o clube e bom para mim", disse o atleta ao fim do jogo contra o Santa Cruz, nesta terça-feira.



"EU QUERO FICAR"

O meia ainda afirmou que a sua permanência não depende apenas de si. "Eu quero ficar. A minha vontade é de ficar, mas tem algumas coisas que não dependem de mim. Então espero que se resolvam durante essa semana", concluiu.

Desde a eliminação nas semifinais do Campeonato Pernambucano, o Náutico vem passando por um processo de reformulação no seu elenco. Sete atletas já acertaram suas saídas da equipe: Éwerton Páscoa, Adalberto, Sueliton, Giovanni, Dudu, Marco Antônio e Juninho. Além deles, o técnico Milton Cruz foi outro que se despediu do Timbu.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM