Jornal do Commercio
Internet

Esposas de jogadores revoltam-se com o Náutico

Assinatura a autorização para um aporte financeiro de R$ 1,5 milhão gerou muitos comentários no instagram

Publicado em 19/05/2017, às 10h44

Assinatura de aporte financeiro causou revolta nas companheiras dos jogadores. / Foto: Reprodução/Instagram.
Assinatura de aporte financeiro causou revolta nas companheiras dos jogadores.
Foto: Reprodução/Instagram.
JC Online

Uma foto postada na conta oficial do Náutico no instagram desencadeou uma série de comentários de companheiras de jogadores do clube, que estão com salários atrasados. Foi publicada uma foto do presidente alvirrubro, Ivan Brondi, assinando a autorização para um aporte financeiro de R$ 1,5 milhão para, entre outras coisas, intensificar as obras de reforma do estádio dos Aflitos. A frase: "E o salário dos jogadores e funcionários ??? #tademais" foi o comentário repetido dezenas de vezes.

Uma das esposas indignadas com a situação é Tatiane Páscoa, esposa do zagueiro Ewerton Páscoa, desligado na semana passada. Entre os atletas que ainda continuam no grupo, a companheira do João Ananias, Raysa Vilela Jordão, foi uma das primeiras a comentar. A esposa do zagueiro Nirley também intagra o grupo.



Por conta do problema financeiro, o Timbu já perdeu os meias Dudu e Marco Antônio; o lateral Giovanni, o atacante Juninho e o zagueiro Adalberto, além do já citado Páscoa.

Veja o que elas disseram


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM