Jornal do Commercio
Série B

Náutico preocupado com elenco experiente do Ceará

Vozão conta com nomes acostumados até mesmo com a Série A, como Magno Alves

Publicado em 24/05/2017, às 09h41

Pedro Ken (esq) e Magno Alves são dois nomes de peso no atual time do Ceará / Bruno Aragão/Cearasc.com
Pedro Ken (esq) e Magno Alves são dois nomes de peso no atual time do Ceará
Bruno Aragão/Cearasc.com
Matheus Silva
Especial para o JC

Embora não tenha conquistado uma vitória nas duas primeiras rodadas da Série B o Ceará segue como um dos favoritos a conquistar o acesso. O investimento da diretoria para 2017 mais uma vez foi um dos maiores entre os 20 clubes que disputam a Segundona e o Vozão trouxe nomes experientes como Lauro (goleiro), Rafael Pereira, Jackson Caucaia, Pedro Ken, Magno Alves, além do atacante Elton (ex-Corinthians, Vasco e Náutico).

O Alvinegro quer a primeira vitória justamente contra um pernambucano. No próximo sábado o Náutico recebe o Ceará na Arena PE, pela terceira rodada. No lado Timbu muita preocupação com o adversário, principalmente quando lembram que no comando técnico está o experiente Givanildo Oliveira, ex-Náutico. "Nossa briga é nos fortalecer na competição. Temos que fazer um bom jogo contra o Ceará. O Givanildo nos conhece bem e temos que nos precaver para que tudo dê certo e possamos conseguir essa primeira vitória", disse o zagueiro Tiago Alves.



Sem vencer há seis jogos, a situação do Náutico também é bastante delicada e só uma vitória poderá trazer um pouco de paz para o tumultuado ambiente alvirrubro. A crise se estende para todos os setores do clube, especialmente o financeiro. Problemas que fizeram com que alguns jogadores experientes deixassem o Náutico antes mesmo do término do contrato.

Tentando amenizar

Para clarear a situação com o elenco o diretor de futebol Alexandre Homem de Melo conversou com os jogadores e explicou a fase que o clube se encontra. "Ele veio trazer tranquilidade. Sabemos que o clube vive uma crise financeira, mas, são assuntos que devem ser discutidos internamente. Temos que discutir menos e focar no futebol", ressaltou. Por enquanto a palavra de ordem ainda é reconstrução, e ela pode vir com uma boa vitória sobre o time cearense. "


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM