Jornal do Commercio
Reforço

Esquerdinha passa por avaliações para acertar retorno ao Náutico

O meia chega ao Náutico após uma passagem apagada em 2016 com o ex-técnico Gilmar Dal Pozzo

Publicado em 04/06/2017, às 17h02

Esquerdinha retorna para reforçar um setor carente no Náutico.  / Foto: Divulgação/Náutico
Esquerdinha retorna para reforçar um setor carente no Náutico.
Foto: Divulgação/Náutico
Karoline Albuquerque
Blog do Torcedor

Na manhã deste domingo (4), o meia Esquerdinha se apresentou no centro de treinamento do Náutico para realizar exames médicos e testes físicos. O jogador recifense acerta seu retorno ao Timbu, após deixar o time no final da temporada passada.

O meia, que começou na base do clube e se profissionalizou no Santa Cruz, havia chegado ao Náutico no começo de 2016, quando o time era comandado pelo técnico Gilmar Dal Pozzo. Porém, Esquerdinha não teve muito espaço, passando quatro meses afastado por causa de uma lesão no púbis. Fez 17 jogos com a camisa alvirrubra, sendo oito como titular, e marcou um gol no Campeonato Pernambucano.



CONTRATAÇÕES

Para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, o Náutico já contratou o zagueiro Aislan, o lateral-esquerdo Jeanderson, os volantes Amaral, Jobson e Renan Paulino, o meia Giovanni, os atacantes Vinícius e Iago. Ocupando a lanterna da segunda divisão após o fim da 4ª rodada, o Timbu enfrenta o Oeste na próxima terça-feira (6), na Arena Pernambuco. A partida começa às 20h30. O Náutico ainda não marcou gols e tem apenas um ponto na Série B.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM