Jornal do Commercio
INFORMANTE

Jeanderson se reencontra com o técnico Beto Campos no Náutico

Os dois trabalharam juntos no São José, do Rio Grande do Sul, em 2013

Publicado em 17/06/2017, às 10h26

Jeanderson já conhece o técnico Beto Campos dos tempos do São José-RS / Foto: Léo Lemos/ Náutico
Jeanderson já conhece o técnico Beto Campos dos tempos do São José-RS
Foto: Léo Lemos/ Náutico
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Em seu primeiro trabalho em um time da região Nordeste, o gaúcho Beto Campos já sabe com quem poderá colher informações sobre o elenco do Náutico: Amaral e Jeanderson. Ao lado do volante, o novo treinador timbu foi campeão Estadual pelo Novo Hamburgo, neste ano. Já com o lateral-esquerdo teve a chance de trabalhar no São José-RS, em 2013.

Apesar de não rever o antigo comandante há quase quatro anos, o ala tem boas lembranças dos tempos que atuou no Rio Grande do Sul. “Eu só tenho boas recordações com Beto Campos. Trabalhei com ele em 2013 e fomos vice-campeões da Copa Gaúcha pelo São José. Cresci muito desde aquele ano, assim como ele. E tenho certeza que vai nos ajudar muito. É um treinador inteligente, paizão, sabe cobrar no momento certo e vai contribuir com o Náutico com o jeito de ser dele e o trabalho”, afirmou Jeanderson, ao site oficial do clube.



 

Também recém-chegado ao Náutico, o lateral-esquerdo só teve duas oportunidades como titular. Uma delas, inclusive, atuou improvisado no meio. “Diferente do jogo contra o Brasil-RS, que joguei fora da minha posição, contra o Paraná me senti bem. Não pesou o entrosamento porque estava treinando com Feliphe (Gabriel) no time reserva. Com Aislan não foi diferente”, disse.

SOMBRA

Ainda se adaptando ao novo clube, Jeanderson sabe que pode apresentar um melhor desempenho, principalmente por ter um concorrente que vinha sendo o titular no ano. “É tentar melhorar e me firmar porque tenho uma sombra boa que é o Manoel. Assim como eu também faço uma sombra a ele. Essa disputa faz com que a gente cresça cada vez mais e melhore”, concluiu.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM