Jornal do Commercio
SECA DE GOLS

Náutico: Erick minimiza o jejum de 16 jogos sem marcar gol

Artilheiro do Timbu na temporada com sete gols, o atacante alvirrubro ainda não desencantou na Série B

Publicado em 08/07/2017, às 13h19

Erick tem encontrado dificuldade para marcar gol na Segundona / Foto: JC Imagem
Erick tem encontrado dificuldade para marcar gol na Segundona
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

 Mesmo sendo o artilheiro do Náutico n temporada 2017, com sete gols marcados (quatro no Campeonato Pernambucano e três na Copa do Nordeste), o atacante Erick já está num jejum de 16 partidas sem balançar as redes adversárias. A última vez que comemorou um gol foi no longínquo 14 de abril, quando o Timbu venceu o Santa Cruz por 2x1, no estádio do Arruda, pela última rodada do Hexagonal do Título do Pernambucano.

 

Essa seca de gols vem incomodando o garoto que ainda não desencantou na Série B. "Não sinto muita diferença (entre o Estadual e a Copa do Nordeste com a Segundona). É fato que ainda não fiz gol na Série B, mas procuro trabalhar forte e pensar no coletivo. Essa fase um dia vai passar e estou trabalhando para isso", explicou.



QUASE

Contra o CRB bem que Erick chegou a marcar um golaço, mas o assistente acabou marcando impedimento do camisa 33. "Quando chutei aquela bola só escutei a torcida gritando... Então, eu corri para o abraço, mas depois o bandeirinha vai e anula o meu gol. Sacanagem, pow. Ia tirar essa mazela da Série B", disse aos risos o atacante.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM