Jornal do Commercio
OPORTUNIDADE

Diego Miranda quer aproveitar chances como titular do Náutico

O meio-campista deve ser o escolhido para substituir Giovanni contra Paysandu e Londrina

Publicado em 17/07/2017, às 16h51

Diego Miranda entrou no decorrer do clássico contra o Santa Cruz / Foto: Léo Lemos/ Náutico
Diego Miranda entrou no decorrer do clássico contra o Santa Cruz
Foto: Léo Lemos/ Náutico
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Um dos destaques dessa boa arrancada do Náutico, o meia Giovanni não ficará à disposição do técnico Beto Campos para as partidas contra Paysandu (terça) e Londrina (sábado) - o jogador será submetido a exame de imagem na noite desta segunda-feira para saber a real gravidade da lesão no joelho. Com isso, quem deve ocupar o seu lugar nas próximas rodadas é o recém-chegado Diego Miranda, acionado ainda no primeiro tempo do clássico contra o Santa Cruz.

"Infelizmente não poderemos contar com o Giovanni. Futebol tem disso, muitas lesões e perdemos um grande jogador. Acho que vou continuar no time, mas ainda é preciso saber do Beto se isso vai acontecer mesmo", disse Diego Miranda, que avaliou positivamente a sua primeira partida com a camisa alvirrubra. "Gostei da minha estreia, sei que tenho muito mais a render dentro de campo, mas acredito que fui bem", comentou.



MAIS CHANCES

Meia armador, Diego acredita que o Náutico pode criar mais oportunidades de gols. "Se sairmos lá de trás com qualidade, podemos chegar lá na frente com qualidade também e criarmos mais jogadas. Não precisa rifar sempre a bola. É preciso colocá-la no chão... Quando fizemos isso conseguimos chegar pelos lados e por dentro também. É precisa fazer isso novamente contra o Paysandu para buscarmos os três pontos fora de casa", argumentou Miranda.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM