Jornal do Commercio
MELHORA

Para Aislan, defesa do Náutico evoluiu desde a chegada de Beto Campos

Náutico já fez oito partidas com Beto Campos

Publicado em 28/07/2017, às 08h01

Náutico sofreu sete gols sob o comando de Beto Campos / Léo Lemos/Náutico
Náutico sofreu sete gols sob o comando de Beto Campos
Léo Lemos/Náutico
Matheus Cunha
Twitter: @_mfcunha

A defesa do Náutico teve uma significativa melhora desde a chegada de Beto Campos ao comando da equipe. Antes, os defensores do Timbu haviam tomado 16 gols nos oito jogos iniciais da Série B. Depois, com a chegada do novo comandante, os alvirrubros tiveram a defesa vazada sete vezes na mesma quantidade de jogos. Fator enxergado pelo zagueiro Aislan, que elogiou o trabalho do professor.

"Ele conseguiu dar uma ajustada boa no setor defensivo e também conscientizou que precisamos nos defender. Atacar de forma organizada e defender de maneira organizada. Nosso time não é só quatro ou cinco jogadores defensivos, precisamos de um time que se disponha taticamente em atacar e defender também", disse Aislan. 



LANTERNA

É fato que o momento do Náutico não é dos melhores. Lanterna da Segunda Divisão com apenas sete pontos ganhos, a equipe luta contra o rebaixamento à Série C. Mesmo com os poucos pontos, o zagueiro ressalta que, nem em todos os jogos, o Timbu saiu de campo merecendo a derrota. 

"Tenho muitos amigos que assistiram os jogos. Os comentários são que em alguns jogos fomos bem e não mereciamos perder, mas acabou que o resultado foi totalmente adverso ao que se esperava, parece que vai dar e não dá. Mas espero que a partir de sábado possamos conseguir um bom resultado e sair dessa situação", completou. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM