Jornal do Commercio
OUSADIA

Náutico quer surpreender mais uma equipe do G-4 da Série B

Depois de vencer o Vila Nova, no estádio Serra Dourada, Timbu quer os três pontos contra o América-MG, no Independência

Publicado em 09/08/2017, às 07h03

Náutico espera engatar a terceira vitória consecutiva na Série B / Foto: JC Imagem
Náutico espera engatar a terceira vitória consecutiva na Série B
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Apesar de estar na lanterna da Série B, com apenas 14 pontos, o Náutico apresentou, nesse primeiro turno, um futebol competitivo diante de equipes que estavam na parte de cima da tabela. Empatou com o Juventude por 1x1, quando a equipe gaúcha liderava a competição. Conquistou um ponto diante do Londrina, mesmo jogando na casa do adversário e, no Serra Dourada, surpreendeu o então vice-líder Vila Nova, com uma vitória por 1x0. Até mesmo na derrota para o Internacional, no Beira-Rio, os alvirrubros incomodaram o Colorado e marcaram dois gols (4x2). Com a confiança do grupo em alta, a expectativa é que na sexta-feira, o Timbu consiga ser uma pedra no caminho do líder América-MG.

“Temos de fazer uma campanha de recuperação nesse primeiro turno. Não temos o direito nem de empatar. Só a vitória nos interessa. É manter o que fizemos nesses dois últimos jogos, contra Vila Nova e Luverdense. Se concentrar no jogo para que possamos buscar uma nova vitória”, falou o volante Willian Schuster, que fez a sua estreia com a camisa alvirrubra na última rodada.

O fato de os adversários, talvez, subestimarem o Náutico por estar na última colocação, faz com que a equipe timbu possa tirar proveito dentro de campo. “Ninguém esperava uma vitória nossa contra o Vila Nova, que era o vice-líder. Também fizemos bons jogos contra Londrina, Juventude, mas a vitória não vinha. Vamos encarar o América-MG buscando fazer o nosso melhor e tentar surpreendê-los, assim como fizemos no Serra Dourada.



 

Para que isso aconteça, Schuster acredita que o Náutico precisa manter a mesma postura que tem jogando em casa. “Nosso objetivo é sempre ganhar, seja dentro ou fora de casa. Roberto (Fernandes) enfatizou que devemos jogar da mesma maneira na Arena ou na casa do adversário. A nossa intenção é de ir lá (no estádio Independência) e conquistar os três pontos. O empate, na nossa situação, não ajuda muito”, destacou o cabeça de área.

ARRANCADA

Há nove rodadas, a zona de rebaixamento permanece inalterada. Porém, nesse período, o Náutico foi o que mais somou pontos entre as equipes que integram o grupo de descenso: 12, enquanto que Figueirense (8), Luverdense (8) e ABC (4). O que mostra a reação do time alvirrubro.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM