Jornal do Commercio
INDEFINIÇÃO

Jogo do Náutico pela preliminar do Nordestão segue indefinido

Itabaiana, adversário do Náutico, já se desfez do seu elenco

Publicado em 06/09/2017, às 20h31

Se passar para a fase de grupos, Timbu receberá R$ 750 mil / Igo Bione/Acervo JC Imagem
Se passar para a fase de grupos, Timbu receberá R$ 750 mil
Igo Bione/Acervo JC Imagem
Thiago Wagner
do Blog do Torcedor

São Luís (Maranhão) – Os jogos do Náutico contra o Itabaiana, de Sergipe, pela fase preliminar da Copa do Nordeste do ano que vem, seguem sem datas para ocorrerem. Nem mesmo a Liga do Nordeste, parceira comercial da competição, pode confirmar um dia para as partidas.

Em entrevista para a imprensa nordestina em São Luis, local do sorteio da Copa do Nordeste, o presidente da liga, Alexi Portela, explicou que não é possível marcar a data agora por conta do fato do Itabaiana não estar mais disputando competições e não ter um time formado. “É uma situação complicada neste ano porque o Itabaiana não pode atuar. Não podemos obrigar a contratar uma equipe para duas partidas apenas”, argumentou.



PARTIDAS NO ANO QUE VEM

Dentro desse contexto, não está descartada a possibilidade das partidas ocorrerem em janeiro. O fim de ano também é cogitado pela liga. “Se o Itabaiana conseguir um time em novembro podemos tentar marcar, mas realmente não posso confirmar isso”, explicou Alexi Portela.

Esse jogo preliminar é fundamental para o Timbu aumentar sua receita em 2018. Caso passe pelo Itabaiana, o Náutico pode embolsar R$ 750 mil. Se não se classificar receber apenas R$ 250 mil.

Outro confronto que segue sem datas é entre Cordino, do Maranhão, e Treze, da Paraíba.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM