Jornal do Commercio
MANUTENÇÃO

Roberto Fernandes pretende trocar poucas peças no time do Náutico

Treinador alvirrubro gostaria de repetir a formação que venceu o Boa Esporte, mas desfalques por lesão o impede

Publicado em 12/10/2017, às 17h13

Roberto Fernandes espera manter o bom retrospecto como mandante diante do Guarani / Foto: Léo Lemos/ Náutico
Roberto Fernandes espera manter o bom retrospecto como mandante diante do Guarani
Foto: Léo Lemos/ Náutico
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Mesmo realizando um treino de portões fechados, na tarde desta quinta-feira, no CT Wilson Campos, o técnico Roberto Fernandes adiantou algumas situações quanto a formação que pretende utilizar na partida contra o Guarani, no próximo sábado (14), às 19h, no estádio Luiz Lacerda, pela 29ª rodada da Série B.

Se dependesse do treinador alvirrubro, ele manteria o mesmo time que venceu o Boa Esporte, em Caruaru. "O que está dando certo temos de preservar. O Náutico vem de vitórias em casa. A última foi contra o Boa. Se eu tivesse todos os jogadores à disposição, escalaria a mesma equipe daquela partida. Como não posso contar com Léo Carioca, Henrique Ávila e Rafael Oliveira. Vou procurar substituir com jogadores que se assemelhem a eles", comentou Fernandes.



 

Sobre os testes que realizou no treinamento da última quarta-feira, Roberto garantiu que não vai começar a partida contra a equipe campineira com o meia Diego Miranda improvisado na lateral esquerda. "Analisando os números e até mesmo o desempenho em campo, Miranda é o nosso melhor jogador de meio de campo, que tem maior intensidade, que faz melhor a transição... É o nosso pulmão. Mas, quando eu o adianto, ele cai de rendimento. Com relação a colocá-lo na lateral, eu perco mais do que se manter o Manoel. Então, Miranda começa no meio. E, como Manoel é o único lateral canhoto que tenho pra esse jogo, também vai começar. Com a bola rolando, posso fazer esse tipo de substituição", explicou.

O TIME

Apesar de a movimentação coletiva ter sido de portões fechados, a reportagem do JC obteve a informação de que o time que iniciou o treino coletivo teve: Jefferson; Sueliton, Aislan, Feliphe Gabriel e Manoel; Amaral, Diego Miranda e Giovanni; Rafinha, Dico e William.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM