Jornal do Commercio
Série C

Terceirona não é novidade para Náutico e Santa Cruz

Alvirrubros já atuaram na Terceira Divisão uma vez, enquanto o Santa Cruz em três oportunidades

Publicado em 13/11/2017, às 07h10

O Náutico jogou a Série C em 1999 / Diego Nigro/JC Imagem
O Náutico jogou a Série C em 1999
Diego Nigro/JC Imagem
Heitor Nery e Marcos Leandro
esportes@jc.com.br

Jogar a Série C do Campeonato Brasileiro em 2018 não será um cenário inédito para Santa Cruz e Náutico. O tricolor disputou a Terceira Divisão Nacional em 2008, 2012 e 2013, tendo portanto um certo conhecimento sobre as dificuldades que estarão no caminho da disputa por uma das quatro vagas para a Série B em 2019. Já o alvirrubro foi o primeiro a se “aventurar” na Série C, em 1999, e só deixou a divisão por conta de uma virada de mesa.

No fim da década de 1990, o Náutico vivia outra fase difícil. Em 1998, entre 24 times, o Timbu acabou em 21º e foi rebaixado - os seis últimos caiam de divisão na época. No ano seguinte, em 1999, o alvirrubro encarou a Série C e acabou o campeonato em terceiro lugar, atrás dos promovidos Fluminense e São Raimundo-AM. Em 2000, com a criação da Copa João Havelange (equivalente ao Brasileiro daquele ano), o Náutico acabou subindo para o Módulo Amarelo (2ª Divisão), enquanto o Fluminense foi lançado para o Múdulo Azul (1ª Divisão).



TRICOLOR

Já o Santa Cruz, nas três vezes em que fez parte da Série C, apenas em uma delas conseguiu o acesso, em 2013, quando foi campeão vencendo o Sampaio Corrêa na final. Em 2008, o time caiu para a recém-criada Série D. Em 2012, jogou e permaneceu na Terceirona.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM