Jornal do Commercio
Mudança

Jogo Náutico x Vila Nova transferido da Arena de Pernambuco para o Arruda

Alteração foi publicada no site da CBF na manhã desta terça-feira (14)

Publicado em 14/11/2017, às 09h50

Náutico não falou sobre custos envolvidos na operação do Arruda / Guga Matos/JC Imagem
Náutico não falou sobre custos envolvidos na operação do Arruda
Guga Matos/JC Imagem
Luana Ponsoni
esportes@jc.com.br

Antes agendada para a Arena de Pernambuco, a partida entre Náutico e Vila Nova, às 16h30 (do Recife) deste sábado (18), pela 37ª rodada da Série B do Brasileiro, foi transferida para o Arruda. A confirmação foi publicada na manhã desta  terça-feira (14), no site da CBF. A mudança aconteceu em razão de um pedido do próprio clube alvirrubro, que se limita a falar em 'questões operacionais' para justificar a transferência.

"(O jogo) Foi transferido por uma questão operacional. É uma situação interna. Algumas coisas ainda estão sendo acertadas e, se eu falar, pode atrapalhar. Então, apenas confirmo a informação da mudança de estádio", desconversou o vice-presidente de futebol do Timbu, Diógenes Braga.

Desde que voltou à Arena de Pernambuco, o Náutico vem desembolsando cerca de R$ 30 mil para mandar as suas partidas no local. Em 2013, quando deixou de atuar nos Aflitos e transferiu as partidas para o estádio de São Lourenço da Mata, o Timbu tinha o apoio do Governo do Estado, que assumia os custos da operação por meio de uma parceria público privada. O clube, por outro lado, só lucrava se a renda superasse o valor dos custos.



Em março de 2016, porém, o Estado rompeu a parceria. O Náutico, por outro lado, corre para conseguir viabilizar as reformas dos Aflitos e voltar ao Eládio de Barros Carvalho.

SÉRIE C

O Náutico entra em campo contra o Vila Nova apenas para cumprir tabela. O timbu está matematicamente rebaixado à Série C, em 2018, desde o último sábado (11).


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM