Jornal do Commercio
Copa do Brasil

Agora no Cuiabá, Ananias relembra saída e exalta carinho pelo Náutico

'Clube do meu coração, que me relevou pro futebol', afirmou volante

Publicado em 14/03/2018, às 12h29

Ananias é um dos quatro ex-Náutico no Cuiabá / Divulgação/Cuiabá
Ananias é um dos quatro ex-Náutico no Cuiabá
Divulgação/Cuiabá
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

No final do ano passado, quando enfrentou o Náutico pela primeira vez, ainda pelo Santa Cruz, o volante João Ananias revelou uma mágoa por ter deixado o clube alvirrubro como "vilão". Nesta quarta (14), não será dessa vez que o jogador enfrentará novamente o seu clube formador. Agora no Cuiabá, adversário do clube alvirrubro pela Copa do Brasil, Ananias conversou com o JC sobre os "novos ares". Em 2018, deixou Pernambuco pela primeira vez na carreira. Falou também sobre o carinho que tem pelo Timbu, apesar de tudo que aconteceu no ano passado.

"É diferente (deixar Recife). Depois de tantos anos aí, seja na base ou no profissional do Náutico e depois no Santa Cruz, agora respiro novos ares. Muito tempo disputando Campeonato Pernambucano. Agora vamos ver se as coisas andam. Estreei bem domingo e ganhamos por 1x0 (contra o União Rondonópolis, pelo estadual). Acabamos a primeira fase do campeonato como líder e invictos. Continuamos forte e na luta para continuar o ano até a Série C", explicou o jogador.



Reconhecendo que ficou triste pela saída do Timbu após oito anos, Ananias também fez questão de ressaltar o carinho que tem pelo clube. "Ficou uma chateação. Sempre que vesti a camisa do Náutico, dei 100% de mim. Honrei a camisa da melhor forma possível. E mesmo assim saí como se fosse um vilão. Mas é uma coisa que deixei para trás. Se um dia eu voltar a vestir a camisa do clube de novo, não vou guardar rancor jamais. É o clube do meu coração, que me revelou pro futebol. Já foi. Queria muito jogar. Não por ser contra o Náutico, mas para ajudar minha nova equipe", afirmou.

O JOGO

Apesar de não poder jogar, o volante falou sobre a nova equipe. Além dele, o Cuiabá tem também mais três ex-Náutico: o lateral-esquerdo Jeanderson, o meia Hilitinho e o atacante Bruno Alves. "Estamos bem tranquilos porque o elenco tem jogadores rodados e sabemos o que fazer. Acho que vai ser um grande jogo", finalizou.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM