Jornal do Commercio
Série C

Náutico com meta ousada para se classificar pro mata-mata da Série C

Em nove jogos, técnico do Timbu quer 66% de aproveitamento

Publicado em 12/06/2018, às 07h25

“São nove decisões que temos
“São nove decisões que temos", afirmou Márcio Goiano
Guga Matos/JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Após deixar a zona de rebaixamento, o Náutico agora traça meta de pontos para conquistar a classificação para o mata-mata da Série C. De acordo com o técnico Márcio Goiano, mais seis vitórias, em nove jogos, colocam o Timbu na fase seguinte da competição nacional. Atualmente, o clube alvirrubro ocupa a oitava posição do Grupo A com 10 pontos.

“São nove decisões que temos. Se a cada três jogos conseguirmos seis pontos, dá para classificar. Nos últimos três conseguimos isso. Chegaríamos aos 28 pontos e de repente conseguimos o objetivo que é classificar”, afirmou Márcio.



O QUE VEM POR AÍ

A próxima sequência começa na segunda, contra o Santa Cruz no Arruda. Depois, dois jogos na Arena: Botafogo-PB (25/6) e Atlético-AC (30/6). O Timbu terá que pontuar bem porque a reta final da competição será complicada. Nos últimos seis jogos, apenas dois como mandante. Longe do Recife, o Timbu tem quatro derrotas em quatro jogos.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM