Jornal do Commercio
mundial

Psicóloga revela 'tática' motivacional usada no handebol

Alessandra sentiu a necessidade de combater uma tendência à acomodação que enxerga no brasileiro

Publicado em 24/12/2013, às 22h59

Da AE

O técnico da seleção brasileira feminina de handebol, Morten Soubak, empregou todos os recursos que tinha à mão para motivar as jogadoras à conquista da medalha de ouro do Mundial. O dinamarquês, que nada tem do jeito reservado nórdico de ser e costuma dizer que nasceu no país errado, sendo baiano de coração revelou até um insuspeito talento teatral na preleção que antecedeu a decisão do último domingo contra a Sérvia.

“O Morten vestiu uma camisa da Sérvia e colocou uma medalhona de ouro feita de papel dourado no peito. A gente havia envolvido umas peças de futebol de botão em papel alumínio e demos para as jogadoras com se fossem medalhas de prata. Ele falou: ‘Toma, isso é o que merecem’. Aí a Alexandra falou: ‘Não, eu quero o ouro’, e arrancou a medalha do peito dele. Aí, a gente viu que tinha mexido com os brios delas e que o time ia entrar mordendo” disse a psicóloga Alessandra Dutra.

Alessandra sentiu a necessidade de combater uma tendência à acomodação que enxerga no brasileiro. “Temia que elas se contentassem com menos do que poderiam conseguir”. A Sérvia utilizou um vídeo gravado pelo tenista Novak Djokovic, maior ídolo do país, para se fortalecer moralmente.

A ponta-direita Alexandra, uma das mais experientes do grupo, lembra que Alessandra também foi decisiva ao apontar a forma como a seleção deveria se comportar dentro da Arena Belgrado, na Sérvia, com 19,5 mil espectadores. “Ela disse para não olharmos para fora da quadra para não nos impressionarmos com a torcida”.

Alessandra, que trabalha para a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) desde 2003, forneceu até um “santo remédio” para a dor. A capitã Dara jogou por 25 minutos com o dedo anular da mão direita luxado. “A Alessandra falou para eu dizer a mim mesma: ‘Sem dor, sem dor’ e funcionou”.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Fascinante África do Sul Fascinante África do Sul
Reportagem especial aborda os atrativos turísticos da África do Sul e as relações econômicas do país com o Brasil
Dossiê das torcidas organizadas Dossiê das torcidas organizadas
Série de reportagens mostra a atuação das torcidas organizadas em Pernambuco a partir de 2001, ano da primeira morte em consequência dos confrontos
Fora dos trilhos Fora dos trilhos
Dez anos depois do início das obras da Transnordestina, o pouco que foi construído está abandonado. Era 'o sonho' de uma ligação férrea entre o litoral e o interior do Nordeste

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2016 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM