Jornal do Commercio
esportes esportes
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

DESFILE

Delegação brasileira animada com cerimônia de abertura dos Jogos de Sochi

Brasil será o 15º país a entrar no estádio olímpico, com 13 atletas

Publicado em 06/02/2014, às 22h55


Da AFP

Os atletas que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de Sochi-2014 mostraram-se ansiosos para participar do desfile da Cerimônia de Abertura, nesta sexta-feira (7), principalmente Jaqueline Mourão, que será a porta-bandeira do país.

"É um sonho se tornando realidade. Quando comecei no esporte eu nunca poderia imaginar chegar a carregar a Bandeira Brasileira em uma cerimônia olímpica. É muito bom ter esse reconhecimento, além de representar a melhor delegação brasileira de Jogos de Inverno de todos os tempos", declarou Jaqueline em declarações divulgadas em um comunicado do Comitê Olímpico Brasileiro.

A atleta de 38 anos foi a primeira brasileira a disputar tanto Jogos de verão (Mountain Bike em Atenas-2004 e Pequim-2008) e de inverno (Cross-country em Turim-2006 e Vancouver-2010). Em Sochi, ela será a primeira atleta do país a participar da prova do biatlo (modalidade que mescla esqui cross-country e tiro) e igualará a marca de Fofão (vôlei) e Formiga (futebol), ambas com cinco Olimpíadas no currículo.

O Brasil, que será o 15º país a entrar no estádio olímpico, terá 13 atletas nestes Jogos, a maior delegação da história do país e a maior entre as nações latino-americanas presentes nesta edição. Apenas um deles não poderá participar do desfile desta sexta-feira, o esquiador Jhonatan Longhi, que ainda não chegou a Sochi.

Já a equiadora Maya Harrison resolveu antecipar sua viagem da Suíça para poder participar do evento, e em seguida voltará a Genebra para completar sua preparação. Ela retornará de vez a Sochi na semana que vem, junto com Longhi.

"Tenho ótimas lembranças das cerimônias de Vancouver, por isso fiz questão de estar na Abertura em Sochi. Participar dos Jogos Olímpicos é mais do que apenas competir. Alcançar a vaga olímpica foi muito estressante, então quero aproveitar ao máximo a cerimônia", explicou Maya.

Josi Santos, que disputará sua primeira Olimpíada, não escondeu sua emoção. "Será uma experiência única e acredito que uma festa muito bonita. Já imagino todos os países desfilando, e as bandeiras. Tenho certeza de que vai ser uma emoção espetacular. Sonhei com esse momento a vida inteira e estou com o coração aberto para os Jogos Olímpicos", disse Josi.

A atleta de 29 anos, que competirá no esqui aéreo e foi companheira de treino de Lais Souza. Lais sofreu recentemente um grave acidente em Salt Lake City, nos Estados Unidos, e acaba de ser transferida para um hospital de Miami.

Lais já recebeu várias manifestações de apoio por parte dos brasileiros que competirão em Sochi e também estará, pelo menos em pensamento, representada na cerimônia de abertura.

imprima
envie para um amigo
reportar erro


Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Fotos do dia

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

> JC Imagem

Especiais JC

A revolução da energia A revolução da energia
Em um momento difícil para a gestão de energia no Brasil, o JC traz um especial, no JC Online e no Jornal do Commercio, mostrando que essa é uma área essencial e em plena revolução
A loucura e suas implicações A loucura e suas implicações
Em 20 anos o tratamento de pessoas com transtornos mentais mudou no Recife. Manicômios fecharam para dar lugar a novos espaços
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM