Jornal do Commercio
Convocação

Rubro-negro vai representar o Estado no Mundial de handebol

Cleryston Novais está entre os 16 convocados pelo técnico Washington Nunes

Publicado em 23/12/2016, às 20h08

Cleryston foi pego de surpresa ao receber a convocação / Photo & Grafia/Divulgação
Cleryston foi pego de surpresa ao receber a convocação
Photo & Grafia/Divulgação
Luana Ponsoni

Sem nenhum jogador do Estado na lista do técnico Washington Nunes, caberá a um alagoano representar o handebol de Pernambuco no Campeonato Mundial da modalidade, que acontece entre 11 e 29 de janeiro, em Paris, na França. Atuando pelo Sport em 2016 graças à parceria do Leão com o ADJF-MG, Cleryston Novais está entre os 16 atletas do País convocados para a competição.

Antes de ser confirmado entre os escolhidos pelo treinador, o ponta-esquerda já tinha participado de uma das fases de treinamento com a seleção. “Fui bem na fase de treinamento e consegui a vaga. Mas eu não esperava, fui pego de surpresa. Ele (Washington) tinha conversado comigo, que tinha a possibilidade de eu ir, porque os dois pontas principais estavam lesionados, mas, mesmo assim, eu não esperava. Fiquei bem contente e vou agarrar essa oportunidade para garantir meu espaço na seleção”, disse o jogador rubro-negro. 

BASE

Boa parte dos atletas que estarão defendendo as cores do Brasil no Mundial representam a base da equipe que atuou nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O time nacional estreia no dia 11 de janeiro, contra a França.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM