Jornal do Commercio
atletismo

Usain Bolt vence segunda prova na Austrália

O atleta jamaicano faturou o ouro no revezamento 4x100m nesta terça-feira. Bolt foi o terceiro atleta a correr de sua equipe mista

Publicado em 09/02/2017, às 14h26

Bolt ainda reclamou de erro na arbitragem / 
AFP
Bolt ainda reclamou de erro na arbitragem
AFP
Gabriela Máxima

O jamaicano Usain Bolt venceu sua segunda disputa no meeting realizado em Melbourne, na Austrália. Nesta quinta-feira, o velocista conquistou o ouro no revezamento 4x100m. Bolt liderou a equipe mista nomeada de "Bolt All-Stars" e foi o terceiro atleta a correr os 100m. Embora tenha conquistado o primeiro lugar, ele não ficou nada satisfeito com o árbitro da pista, que cometeu um erro. 

O árbitro colocou os australianos na liderança geral do evento cujas posições são determinadas por meio de um sistema de pontuação. O problema ocorreu depois da equipe anfitriã dos 4x100m ter sido desqualificada por causa de um erro de passagem do bastão.

Depois da prova, os australianos receberam uma pontuação que os colocou na liderança geral do evento. Bolt se irritou e chamou a falha de "tendenciosa". "Isso é porque é na Austrália. Isso é tendencioso", gritou o astro para um árbitro de pista. "Estou indo protestar, isso não faz sentido", completou, antes de o erro ser corrigido.

RESULTADO

Além de Bolt, a equipe vencedora contou com Asafa Powell e as norte-americanas Jenna Prandini e Natasha Morrison. Eles completaram a volta na pista em 40seg63, ficando à frente do time da China, segundo colocado com 42seg35. O quarteto inglês completou o pódio com o tempo de 42seg47. 

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM