Jornal do Commercio
Despedida

Kelly Slater diz que esta será a sua última temporada completa no surfe

Surfista de 44 anos vai tentar erguer o 12º título este ano

Publicado em 17/02/2017, às 15h52

Slater vai apenas diminuir o ritmo após 2017, descartando a aposentadoria / Spencer Murphy
Slater vai apenas diminuir o ritmo após 2017, descartando a aposentadoria
Spencer Murphy
Luana Ponsoni

Um dos maiores nomes do surfe mundial, o surfista norte-americano Kelly Slater anunciou que a temporada 2017 será a última em que ele vai disputar todas as 11 etapas da Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês). Aos 44 anos e com 11 títulos mundiais no currículo, o atleta pretende erguer o troféu uma última vez este ano. Apesar dessa revelação, Slater descartou qualquer possibilidade de se aposentar em 2018. 

“As pessoas tomaram isso neste sentido, mas não é necessariamente esse o caso. Eu posso continuar, só não terei mais uma temporada completa. Eu não me vejo parando completamente nos próximos anos, mas uma temporada completa já não me atrai tanto. Se eu me sentir saudável, der tudo nesta temporada e mesmo assim ficar sem o título, não me vejo disputando o campeonato inteiro mais. Eu sinto que, nos últimos quatro ou cinco anos, eu não dei tudo que poderia” disse, em entrevista à Surfline.

CONQUISTAS

 Na última temporada, ele encerrou 2016 com a sétima colocação no ranking mundial. Seu melhor momento no ano passado foi quando conquistou a etapa de Teahupoo, no Tahiti, ao vencer o atual campeão mundial, o havaiano John John Florence. O evento foi válido pela sétima etapa da Liga.

 

 

 O último título mundial foi obtido em 2011, quando ele tinha 39 anos. Esse fato fez do norte-americano o surfista mais velho a se sagrar campeão mundial. Ele também ergueu a taça em 992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2005, 2006, 2008, 2010.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM