Jornal do Commercio
pentatlo moderno

Felipe Nascimento concentra as atenções no hipismo e na esgrima

Para o pentatleta pernambucano Felipe Nascimento, 2017 será um ano para melhorar a técnica dos esportes que sente mais dificuldade

Publicado em 14/03/2017, às 10h56

Felipe é o líder do ranking nacional de pentatlo  / Divulgação
Felipe é o líder do ranking nacional de pentatlo
Divulgação
JC Online

O pentatleta Felipe Nascimento encara uma temporada diferente. Isso porque, após disputar sua primeira Olimpíada na carreira, em 2016, ele volta a treinar visando aos Jogos de Tóquio-2020. Além dos objetivos do esporte, o novo ciclo apresentará desafios que ultrapassam os palcos das competições e esbarram na redução de orçamento do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

O coordenador técnico da Confederação Brasileira de pentatlo moderno, Michael Cunningham, explicou que 2017 será o ano para concentrar as atenções nas modalidades que Felipe vem apresentando maior dificuldade: hipismo e esgrima. A estratégia adotada pelo pernambucano será participar de alguns torneios regionais para melhorar sua técnica.

"Como é o primeiro ano do ciclo olímpico, vamos resolver alguns problemas nos esportes em que Felipe tem mais dificuldade. Vamos disputar várias etapas do Norte e Nordeste de hipismo, que já suprem nossa necessidade. Ele terá contato com cavalos mais sensíveis e isso vai ajudá-lo bastante. Na esgrima, vamos participar de mais opens", comentou o treinador.  

Felipe estará presente em mais competições no Brasil, mas não viajará com tanta frequência para disputar torneios do circuito internacional. Talvez ele dispute o Campeonato Mundial, mas sua presença ainda não está confirmada. No mês passado, ele esteve na etapa de Los Angeles da Copa do Mundo, onde terminou na 29º colocação do Grupo B. Não conseguiu avançar para a final entre os 36 melhores. "A participação foi positiva porque ele teve contato com outros pentatletas e com o nível dos rivais", falou Cunningham.

CONTINUIDADE

O problema de redução de investimento não é apenas encarado pela Confederação de pentatlo moderno. No ciclo do Rio-2016, o COB investiu muito nos atletas nacionais por conta dos Jogos em casa. Agora, com a crise econômica no País e com os Jogos marcados para o Japão, a entidade reduziu os valores repassados para cada entidade. 

Para 2017, Felipe tem como principal compromisso o Campeonato Brasileiro de pentatlo moderno, que será realizado em Santos, no próximo mês de outubro. 

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM