Jornal do Commercio
Automobilismo

Vettel supera Hamilton e vence GP da Austrália de Fórmula 1

Estratégia de parada nos boxes permitiu que o piloto da Ferrari, que não vencia na Fórmula 1 desde 2015, chegasse à frente de Hamilton. Massa foi o 6º

Publicado em 26/03/2017, às 08h58

"É uma grande vitória, uma vitória para todos nós, uma vitória para todos que trabalham em Maranello (sede da Ferrari)", declarou Vettel
SAEED KHAN / AFP
AFP

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) venceu neste domingo o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Austrália, cruzando a linha de chegada à frente do favorito britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que largou na pole position.

O tetracampeão do mundo alemão não vencia um GP desde Cingapura 2015, a maior seca de sua carreira desde a primeira vitória, em 2008. A vitória de Vettel em Cingapura também havia sido a última vez em que um piloto da Ferrari chegava em primeiro lugar em uma prova da Fórmula 1. O outro carro da Mercedes, do finlandês Valterri Bottas, completou o pódio.

Este foi o primeiro pódio de Bottas em sua primeira corrida pela Mercedes, escuderia na qual chegou nesta temporada para substituir o alemão Nico Rosberg, que optou por uma surpreendente aposentadoria após conquistar o título Mundial no ano passado.

"É uma grande vitória, uma vitória para todos nós, uma vitória para todos que trabalham em Maranello (sede da Ferrari), foi uma grande vitória que foi construída com serenidade", comemorou em italiano Vettel pela rádio da equipe, após receber a bandeirada.
O brasileiro Felipe Massa fez boa corrida e, depois de largar da 7ª colocação, ganhou uma posição com sua Williams, terminando a prova com um comemorado 6º lugar.

Sete pilotos não completaram a prova: Fernando Alonso (McLaren), Kevin Magnussen (Haas), Lance Stroll (Williams), Daniel Ricciardo (Red Bull), Marcus Ericsson (Sauber), Joylon Palmer (Renault), Romain Grosjean (Haas).



- Estratégia funciona para Ferrari -

Na corrida em Melbourne, Hamilton largou na primeira colocação e manteve a liderança da prova nas primeiras voltas, seguido de Vettel. Os dois pilotos trocavam voltas mais rápidas da prova no início da corrida, quando já se percebia que a vitória ficaria com um deles.

A vitória acabou sendo decidida na volta 18 (de 57), quando Hamilton entrou nos boxes para trocar de pneus. Na volta à pista, ficou atrás do holandês Max Verstappen (Red Bull).

Apesar de estar mais rápido que o jovem holandês de 19 anos, o britânico não foi capaz de ultrapassá-lo, enquanto Vettel aguentou até a 24ª volta sem trocar de pneus, o que permitiu à Ferrari abrir seis segundos sobre Hamilton.

Quando Vettel voltou à pista, continuou à frente de Hamilton e só precisou defender sua vantagem para cruzar a linha de chegada em primeiro para dar a primeira vitória da temporada à Ferrari, que não vencia em Melbourne desde 2007, quando o finlandês Kimi Raikkonen recebeu a bandeirada final.

Neste sábado, Raikkonen chegou na 4ª colocação, logo à frente de Verstappen.

- Resultado oficial do GP da Austrália de F1:

1. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
Percorreu 302,000 km em 1h24:11.670
(média: 215,409 km/h)

2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 9.975

3. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 11.250

4. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) a 22.393

5. Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer) a 28.827

6. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) a 1:23.386

7. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 1 volta

8. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Renault) a 1 volta

9. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault) a 1 volta

10. Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes) a 1 volta

11. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) a 1 volta

12. Antonio Giovinazzi (ITA/Sauber-Ferrari) a 2 voltas

13. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda) a 2 voltas

14. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) a 6 voltas

Volta mais rápida da prova: Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) 1:26.538 na 56ª volta (média: 220,606 km/h)

Abandonos:

Romain Grosjean (FRA/Haas): problemas mecânicos 14ª volta

Jolyon Palmer (GBR/Renault): problemas mecânicos 17ª volta

Marcus Ericsson (SUE/Sauber): problemas mecânicos 22ª volta

Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull): freins 27ª volta

Lance Stroll (CAN/Williams): problemas mecânicos 42ª volta

Kevin Magnussen (DIN/Haas): problemas mecânicos 48ª volta

Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda): problemas mecânicos 52ª volta

Mundial de Pilotos:

1. Sebastian Vettel (ALE) 25 pts

2. Lewis Hamilton (GBR) 18

3. Valtteri Bottas (FIN) 15

4. Kimi Räikkönen (FIN) 12

5. Max Verstappen (HOL) 10

6. Felipe Massa (BRA) 8

7. Sergio Pérez (MEX) 6

8. Carlos Sainz Jr (ESP) 4

9. Daniil Kvyat (RUS) 2

10. Esteban Ocon (FRA) 1

Mundial de Construtores:

1. Ferrari 37 pts

2. Mercedes-AMG 33 pts

3. Red Bull 10 pts

4. Williams 8 pts

5. Force India 7 pts

6. Toro Rosso 6 pts


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM