Jornal do Commercio
Reta final

Pernambucanas em ação no playoff semifinal da Superliga

Dani Lins vai estar em quadra com o Vôlei Nestlé-SP contra o Praia Clube-MG, enquanto Jaqueline estará com o Minas enfrenando o Rexona-RJ

Publicado em 03/04/2017, às 13h52

Na primeira partida contra o Praia Clube, o Vôlei Nestlé, da pernambucana Dani LLins, venceu o Praia Clube por 3 sets a 1 / Facebook/Reprodução
Na primeira partida contra o Praia Clube, o Vôlei Nestlé, da pernambucana Dani LLins, venceu o Praia Clube por 3 sets a 1
Facebook/Reprodução
Luana Ponsoni

As pernambucanas Dani Lins e Jaqueline Carvalho estarão em quadra nesta terça-feira (4), nos confrontos da segunda rodada do playoff melhor de cinco das semifinais da Superliga feminina de vôlei 16/17. No primeiro jogo do dia, a equipe da levantadora da seleção brasileira visita o Dentil/Praia Clube-MG, às 19h, em Uberlândia (MG). Na sequência, às 21h30, será a vez de Jaque e as companheiras do Camponesa/Minas-MG encararem o Rexona-RJ, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ).

No primeiro jogo da série, em Osasco, o Vôlei Nestlé levou a melhor sobre o Dentil/Praia Clube de virada por 3 sets a 1. Para ter um resultado diferente nesta terça-feira (4), a ponteira Ellen aposta no apoio da torcida mineira. “Os dois jogos que serão em Uberlândia nós temos que ganhar, é a nossa obrigação. Essa série vai ser muito equilibrada, precisamos de paciência e parte física forte. Acredito que a nossa torcida vai nos ajudar muito nesse jogo para conseguirmos esse resultado positivo tão importante”, disse Ellen.

Pelo lado do Vôlei Nestlé, a ponteira Gabi, que entrou durante o primeiro jogo da série e foi um dos destaques na vitória da equipe de Osasco, espera um jogo ainda mais difícil em Uberlândia. “Não teremos nenhuma facilidade em Uberlândia. A vitória no primeiro jogo da série não representa uma vantagem expressiva. Estamos nos preparando muito bem, pois sabemos da força do time do Dentil/Praia Clube”, explicou.



Rexona-Sesc x Camponesa/Minas

Na outra série semifinal, o Rexona-RJ saiu em vantagem ao vencer a partida da última sexta-feira (31) contra o Camponesa/Minas por 3 sets a 0. Para a experiente líbero Fabi, de 37 anos, os jogos do playoff ficam cada vez mais difíceis. “O Camponesa/Minas vem com tudo para esse jogo, sabemos da qualidade do time delas e do poder ofensivo com jogadoras de muita qualidade, como a Hooker, a Jaque e a Rosamaria. Estamos preparadas para uma série longa e continuamos a estudar bastante o time delas. É um playoff longo, em que os times se conhecem muito”, avaliou.

Nas quartas de final, o Rexona-Sesc passou pelo Pinheiros (SP), o Vôlei Nestlé pelo Fluminense (RJ), o Dentil/Praia Clube pelo Terracap/BRB/Brasília (DF), e o Camponesa/Minas eliminou o Genter Vôlei Bauru (SP).


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM