Jornal do Commercio
Lesão

Bicampeã olímpica Thaisa sofre grave lesão na Turquia

Jogadora estava defendendo o Eczasibasi na Liga dos Campeões de vôlei

Publicado em 05/04/2017, às 08h13

Thaisa já estava jogando no
Thaisa já estava jogando no "sacrifício", com ruptura parcial do ligamento lateral e de parte do menisco do joelho direito
Instagram/Reprodução
Luana Ponsoni

A bicampeã olímpica Thaisa sofreu lesão séria no tornozelo direito durante partida de seu time Eczasibasi, da Turquia, contra o Fenerbahce, na última terça-feira (4), em jogo pela Liga dos Campeões de vôlei. Apesar da gravidade da contusão, não foi constatada fratura após os exames iniciais. As informações sobre as condições de Thaisa são desencontradas e o clube deve fazer um anúncio oficial em breve. A central da seleção brasileira chegou a chorar em quadra.

O lance aconteceu no terceiro set da partida. A jogadora torceu o pé após subir para o bloqueio. Nesse momento, o jogo estava 15x10 para o time da brasileira. A equipe de Thaisa acabou vencendo o confronto com o Fenerbahce e dedicou o triunfo à jogadora lesionada. “Nós estamos dedicando a vitória de hoje (na última terça-feira) a nossa estrela Tahisa Daher Pallesi. Atualizações sobre nossa jogadora serão anunciadas no nosso site oficial”, declarou o Eczasibasi em seu perfil no Instagram.

 

Bizim Tak?m Final Four'da! | #Eczac?ba??VitrA in Final Four! Galibiyetimizi y?ld?z oyuncumuz Thaisa Daher Pallesi'ye arma?an ediyoruz, oyuncumuzun güncel durumuyla ilgili bilgiye websitemiz üzerinden ula?abilirsiniz. We are dedicating today's victory to our star player Thaisa Daher Pallesi. Following updates about our player will be announced on our official website.



Uma publicação compartilhada por Eczac?ba?? VitrA Voleybol (@eczacibasivitravoleybol) em

SACRIFÍCIO

A contusão aconteceu uma semana depois de a central declarar que estava jogando com uma lesão no joelho e que seria submetida a cirurgia após a Liga dos Campeões. Ela teve uma ruptura parcial do ligamento lateral e de parte do menisco dessa articulação direita, defendendo a equipe na mesma competição.

Em 2015, um ano antes de jogar pelo Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, a atleta passou por cirurgia nos dois joelhos. Ela precisou reparar a quase ruptura total dos tendões da patela. Foram as primeiras cirurgias feitas pela central.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM