Jornal do Commercio
Tênis

Definido o confronto entre Brasil e Equador na Copa Davis

Thomaz Bellucci enfrenta Emílio Gomez no primeiro jogo nesta sexta-feira (7)

Publicado em 07/04/2017, às 09h50

Bellucci será o primeiro a jogar pelo Brasil / Blanca Santos/Divulgação
Bellucci será o primeiro a jogar pelo Brasil
Blanca Santos/Divulgação
Luana Ponsoni

Na última quarta-feir (5), foi realizado o sorteio do confronto entre Brasil e Equador pela Copa Davis, em Ambato, no Equador. O vencedor disputa a repescagem em setembro com um dos perdedores da primeira rodada do grupo mundial. Nesta sexta-feira (7), o tenista número 1 do Brasil, Thomaz Bellucci, 67º do mundo, será o primeiro a entrar em quadra contra o equatoriano Emilio Gomez, 272º da ATP, às 12h (de Brasília). Os dois tenistas já se enfrentaram uma vez no circuito, justamente no confronto da Copa Davis em Belo Horizonte no ano passado, com vitória para o brasileiro. Este será o 36º jogo de Thomaz Bellucci na competição por equipes.

Em seguida, o cearense Thiago Monteiro, 81 do ranking mundial, encara o equatoriano Roberto Quiroz, 232º do mundo. Os dois tenistas nunca se enfrentaram no circuito mundial. Este será o segundo jogo de Thiago Monteiro na Copa Davis, o primeiro foi no ano passado no confronto diante da Bélgica.



No sábado (8), os mineiros Bruno Soares (9º) e Marcelo Melo (6º) enfrentam os equatorianos Roberto Quiroz (256º) e Gonzalo Escobar (211º). As duplas também se enfrentaram no confronto da Copa Davis do ano passado em Belo Horizonte. Na ocasião, os brasileiros venceram por 3 sets a 1.

RETA FINAL

No domingo (9) e último dia, Thomaz Bellucci será o primeiro a entrar em quadra diante do equatoriano Roberto Quiroz. O quinto e último jogo do confronto será entre Thiago Monteiro e Emilio Gomez. Os dois tenistas já se enfrentaram duas vezes no circuito com uma vitória para cada um.

 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM