Jornal do Commercio
Decisão

Minas e Rio de Janeiro levam decisão das semifinais da Superliga para quinta partida

Equipe da pernambucana Jaqueline Carvalho foi derrotada na noite da última terça-feira (11) pelo time carioca

Publicado em 12/04/2017, às 08h46

Jaqueline acredita na classificação do Minas à final da Superliga / Instagram/Reprodução
Jaqueline acredita na classificação do Minas à final da Superliga
Instagram/Reprodução
Luana Ponsoni

O Rio de Janeiro se recuperou na melhor de cinco das semifinais da Superliga feminina de vôlei e venceu o Minas, da pernambucana Jaqueline Carvalho, n noite desta terça-feira por 3 sets a 1(25/12, 25/18, 27/29 e 25/23). O resultado levou a decisão para a quinta e última partida entre as duas equipes. Os clubes voltam a se enfrentar nesta sexta-feira (14), na Arena da Tijuca, no Rio de Janeiro, em jogo que definirá o segundo finalista. Quem levar a série irá enfrentar o Osasco, da também pernambucana Dani Lins, na finalíssima, disputada em jogo único no dia 23 de abril.

O time do Rio de Janeiro entrou na partida focado para definir logo o primeiro set e conseguiu fazer isso. Após abrir 13x1, as mandantes até esboçaram uma reação, entretanto o set acabou em 25 a 12 para a equipe de Bernardinho.

O segundo set foi totalmente diferente. Desde o começo, foi equilibrado, contudo o Rio de Janeiro conseguiu abrir certa vantagem fazendo 14x8. Mesmo com o Minas encostando no placar na reta final do set, as visitantes não deixaram a equipe da casa marcar muitos pontos em sequência e ganharam por 25x18, colocando o Minas contra a parede.



O Minas mostrou superação e conseguiu levar o terceiro set por 29x27. Apesar d e a parcial ter sido muito equilibrada, a equipe conseguiu ter a vantagem durante quase todo o tempo e isso fez a diferença na hora de fechar e impedir a derrota.

O último set da partida foi muito semelhante ao terceiro. As duas equipes jogaram um ótimo vôlei e o placar ficou constantemente empatado. Na reta final, o jogo chegou a ficar 24x23 e, mesmo com o Minas jogando bem, o Rio de Janeiro conseguiu fechar o confronto.

CONFIANÇA

“Nem tudo nessa vida é fácil, mas, com certeza, nada é impossível. Ser forte não é ter a força de um leão, mas, sim, a paciência e humildade de um pássaro, que, mesmo na gaiola, não deixa de cantar, nem perde a esperança de voar. Semana importante, Deus no comando, vamos que vamos”, escreveu a pernambucana Jaqueline Carvalho em seu Instagram após a derrota.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM