Jornal do Commercio
Basquete

Uninassau joga por vaga na final da LBF

Equipe pernambucana enfrenta o Santo André às 10h deste sábado (15), no Sesc Santo Amaro

Publicado em 15/04/2017, às 07h25

A armadora Casanova é um dos destaques do Uninassau / LBF/Divulgação
A armadora Casanova é um dos destaques do Uninassau
LBF/Divulgação
Gabriela Máxima

Após vencer o Santo André, na rodada passada, na primeira partida classificatória para a final da Liga de Basquete Feminino (LBF), o Uninassau Basquete volta a entrar em quadra para enfrentar o time paulista, às 10h deste sábado (15), no Sesc Santo Amaro. No último confronto entre as equipes, as comandadas pelo técnico Roberto Dornelas venceram pelo placar por 87x61. Com isso, elas seguem com a vantagem de quadra para o segundo jogo. Inclusive, com a possibilidade de este ser o último embate da rodada.

A partir de agora a competição acontece da seguinte forma: o esquema da rodada é melhor de três. Com duas vitórias consecutivas o Uninassau estará na última etapa da LBF. Portanto, se a equipe pernambucana confirmar o triunfo diante do Santo André hoje já se garante vantagem na briga pela classificação para a final. “Pelo jogo que a gente fez segunda-feira (último dia 10), acreditamos que conseguiremos mais um resultado positivo, assim fechando a série no sábado (hoje). As meninas estão confiantes, concentradas e focadas, cresceram muito nos últimos jogos. Queremos e vamos ter a nossa vaga na final”, disse Carlos Hermógenes, coordenador de Esportes do Grupo Ser Educacional, que faz parte da preparação da equipe recifense.



Quem garante que o time realmente está pronto para o duelo é o técnico Roberto Dornelas, que já tem a escalação das jogadoras para entrar em quadra. A ala-pivô Gil, poupada no último jogo, volta para reforçar o grupo no embate contra a equipe paulista. Além dela, jogam Ariadna, Casanova, Kelly, Nicolle, Tati, Tássia, Débora, Lorena, Raphaella e Lorraine.
De acordo com Dornelas, o jogo marca um momento crucial da história esportiva de Pernambuco. Servirá como instrumento de valorização do basquete local. “Este é um jogo muito importante, pois pode levar o Uninassau, um time estreante na LBF, para a final de um campeonato nacional. Esta decisão pode também alavancar a valorização deste esporte no Recife”, observou Dornelas.

O Uninassau fez a segunda melhor campanha na competição, com 14 triunfos em 20 partidas e tem cinco vitórias consecutivas nesta etapa final. As atletas contam com o apoio fundamental da torcida de Pernambuco para vibrar junto ao time. Caso seja necessário um desempate, o terceiro jogo dos playoffs está marcado para o dia 17, às 21h30, também no Sesc Santo Amaro.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM