Jornal do Commercio
Decisão

Uninassau faz final de "velhos conhecidos" com o Americana/Corinthians-SP

Equipes brigaram pelo título em quatro das cinco últimas edições da LBF

Publicado em 17/04/2017, às 08h30

Uninassau ficou com o título da LBF em 2013 / LBF/Divugação
Uninassau ficou com o título da LBF em 2013
LBF/Divugação
Luana Ponsoni
lponsoni@jc.com.br

Já está virando rotina. Nas cinco últimas edições da Liga de Basquete Feminino (LBF), em quatro as finais do torneio foram protagonizadas pelas equipes dirigidas pelo técnico pernambucano Roberto Dornelas e o Americana-SP. Ostentando atualmente o brasão do Uninassau, o grupo de Dornelas começa, a partir do próximo sábado (22), a disputa por um novo troféu da maior competição do basquete nacional. A série melhor de cinco será aberta com mando do Corinthians/Americana, que recebe o time pernambucano no Ginásio Centro Cívico, em Americana-SP, às 11 horas.

O segundo confronto também ocorre na casa das adversárias, às 21h30 do dia 24 deste mês. O Uninassau faz sua primeira partida da série final em casa quatro dias depois. O jogo está marcado para as 21h30, no ginásio Wilson Campos, no Sesc de Santo Amaro. No dia 30 de abril, ocorre o quarto duelo da decisão, com novo mando Uninassau. A partida está agendada para às 12h. Como fez melhor campanha que as pernambucanas na fase classificatória, o Americana tem o direito de decidir em casa, caso haja a necessidade de uma quinta partida. O duelo final será no dia 2 de maio, em Americana-SP.



RETROSPECTO

Nas três vezes em que as equipes foram finalistas da LBF, o time de Americana ficou com o título duas vezes (2014 e 2015), enquanto o grupo de Roberto Dornelas conseguiu um troféu. Em 2013, quando atuava pelo Sport, sua equipe conquistou o inédito título nacional para o basquete pernambucano. Em 2014, ainda representando o Leão, o grupo ficou com o vice-campeonato. Na edição seguinte, vestindo a camisa do Uninassau/América foi terceiro.

“Recife x Americana já está virando o maior clássico do basquete feminino do Brasil, independente de nome. Serão grandes jogos”, comentou Dornelas.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM