Jornal do Commercio
OPERAÇÃO ÁGUAS CLARAS

MPF denuncia dirigentes da CBDA por formação de organização criminosa

Os dirigentes, que estão presos preventivamente, respondem por organização criminosa, peculato, licitação fraudulenta e falsidade ideológica de documento público

Publicado em 18/04/2017, às 18h12

É a primeira denúncia criminal da Operação Águas Claras / Foto: Reprodução
É a primeira denúncia criminal da Operação Águas Claras
Foto: Reprodução
Estadão Conteúdo

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou nesta terça-feira (18) o ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, e três diretores da entidade - Sérgio Alvarenga, Ricardo de Moura e Ricardo Cabral - por formação de organização criminosa para desviar recursos dos esportes aquáticos. É a primeira denúncia criminal da Operação Águas Claras.

Os dirigentes, que estão presos preventivamente, respondem por organização criminosa, peculato, licitação fraudulenta e falsidade ideológica de documento público. Também foram denunciados os empresários José Nilton Cabral da Rocha, Haller Ramos de Freitas, Monica Pereira da Silva Ramos e Keila Delfini Santos Pereia da Silva.



De acordo com o MPF, os oito denunciados fraudaram licitação para aquisição de equipamentos esportivos; utilizaram documentos ideologicamente falsos e desviaram R$ 1,26 milhão de repasse do Ministério do Esporte por meio do convênio.

Além disso, o ex-presidente recebeu R$ 1,558 milhão de verba pública para compra de equipamentos aquáticos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Essa compra deveria ser feita por licitação, mas o MPF apontou a participação de parentes.

O advogado do ex-presidente da CBDA, Marcelo Franklin, não foi encontrado para apresentar o posicionamento da defesa sobre a denúncia.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM