Jornal do Commercio
BASQUETE

Em entrevista à TV JC, Roberto Dornelas fala sobre a final da LBF

Uninassau Basquete disputa a final da Liga de Basquete Feminino contra o Corinthians/Americana

Publicado em 19/04/2017, às 14h20

Roberto Dornelas foi o convidado da TV JC / Matheus Cunha/JC
Roberto Dornelas foi o convidado da TV JC
Matheus Cunha/JC
Matheus Cunha
mfacunha@outlook.com

Presente em quatro finais da Liga de Basquete Feminino (LBF) nos últimos cinco anos, o técnico da Uninassau Basquete, Roberto Dornelas, foi o convidado desta quarta-feira (19/04) do programa Ponto de Entrevista, da TV JC. Entre os diversos assuntos abordados pelo treinador, o destaque ficou por conta da preparação da equipe para a primeira partida da final da LBF deste ano, contra o Corinthians/Americana, no próximo sábado (22/04), fora de casa.

O titulo será definido em uma melhor de cinco partidas disputadas entre as duas equipes. Por ter terminado a primeira fase na liderança, as paulistas farão três jogos em casa. Os dois primeiros acontecem em São Paulo. O terceiro e o quarto serão disputados em Recife. E, caso haja a necessidade da quinta partida, o jogo derradeiro será disputado mais uma vez na casa das paulistas. Quanto a montagem do grupo que levou a Uninassau Basquete à final, Dornelas garantiu que o grande segredo é não haver medalhões dentro do elenco.



"Montamos um grupo sem medalhões. Sem grandes nomes nacionais. Fizemos apenas três contratações pontuais: Casanova, Gil e Lorena. Elas se encaixaram perfeitamente no nosso grupo. Se alguém for parar para analisar quem é o grande destaque da nossa equipe, não vai conseguir, porque o forte do nosso grupo é o conjunto", afirmou o treinador.

Esta será a quarta final de LBF envolvendo um time do Recife e outro de Americana. Nas outras vezes, quem representou a capital pernambucana foi o Sport ou América/Uninassau, os dois comandados pelo próprio Roberto Dornelas. O único título de Pernambuco foi justamente contra o Americana, quando o Leão foi campeão em 2013.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA:


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM