Jornal do Commercio
Tênis

Melo e Soares são eliminados no Masters 1000 de Monte Carlo

Nesta sexta-feira (21), Marcelo Melo e Bruno Soares perderam os seus jogos pelas quartas de final e deixaram a disputa do Masters 1000.

Publicado em 21/04/2017, às 14h58

Melo e Soares tiveram um dia para esquecer no Masters 1000 de Montecarlo / Divulgação / Confederação Brasileira de Tênis (CBT)
Melo e Soares tiveram um dia para esquecer no Masters 1000 de Montecarlo
Divulgação / Confederação Brasileira de Tênis (CBT)
Estadão Conteúdo

Os duplistas brasileiros tiveram um dia para esquecer no Masters 1000 de Montecarlo. Nesta sexta-feira (21), Marcelo Melo e Bruno Soares perderam os seus jogos pelas quartas de final e deixaram a disputa do evento disputado em quadras de saibro.

>>> Federer desbanca Nadal e conquista Masters 1.000 de Miami

Melo e o polonês Lukasz Kubot vinham se destacando nos eventos Masters 1000 nesta temporada, tendo sido campeões em Miami e finalistas em Indian Wells. Agora, porém, caíram mais cedo, sendo superados pelos espanhóis Feliciano Lopez e Marc Lopez por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em 1 hora e 12 minutos.

O brasileiro e o polonês tiveram um início ruim de jogo, perdendo o saque logo no primeiro game. Depois, não tiveram break points e caíram por 6/4 no primeiro set. Na segunda parcial, os espanhóis conseguiram quebras de serviço no quinto e sétimo games, sustentaram o saque e fecharam o jogo em 6/2.

Já o confronto de Soares foi mais equilibrado. Vice-campeões em Montecarlo no ano passado, o brasileiro e o britânico Jamie Murray perderam para o local Romain Arneodo e o francês Hugo Nys por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 6/7 (3/7) e 10/3, em 1 hora e 36 minutos.



O primeiro set foi facilmente vencido pelo monegasco e pelo francês, que converteram dois break points e salvaram os três do brasileiro e do britânico. Soares e Murray se recuperaram na segunda parcial, vencida no tie-break após cada dupla conseguir uma quebra de saque. Mas sucumbiram no match tie-break, facilmente vencido pelos oponentes por 10/3.

Semifinal definida

Umas das semifinais da chave de simples do Masters 1000 de Montecarlo já está definida e será entre o espanhol Albert Ramos-Viñolas, o número 24 do mundo, e o francês Lucas Pouille, o 17º colocado no ranking da ATP.

Ramos avançou nesta sexta ao bater o croata Marin Cilic, o número 8 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 6/7 (5/7) e 6/2, em 2 horas e 32 minutos. O espanhol ganhou os últimos quatro games do terceiro set para assegurar a vitória, mas poderia ter triunfado com mais facilidade, pois liderava o tie-break da segunda parcial por 5/3, mas sofreu a virada.

Já Pouille derrotou o uruguaio Pablo Cueva por 6/0, 3/6 e 7/5 em 1 hora e 57 minutos. No terceiro set, o francês abriu 2/0, permitiu a virada do uruguaio, que fez 5/4, mas depois se impôs para garantir o seu triunfo e a vaga na semifinal em Montecarlo.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM