Jornal do Commercio
automobilismo

Felipe Massa projeta corrida sem 'azar' no GP da Espanha

Felipe Massa caiu da sexta para a nona posição por conta de um pneu furado, no GP da Rússia

Publicado em 09/05/2017, às 17h08

Felipe Massa adiou a aposentadoria por conta de um convite da Williams / AFP
Felipe Massa adiou a aposentadoria por conta de um convite da Williams
AFP
JC Online

Depois de se decepcionar com o resultado no GP da Rússia, Felipe Massa projetou uma corrida sem "episódios azarados" no GP da Espanha, no próximo domingo, em Barcelona. Em Sochi, na Rússia, um pneu furado quase tirou o brasileiro da zona de pontuação na classificação final. Do sexto passou para o nono lugar, em qual terminou a prova.

"Eu espero muito que possamos ter um bom fim de semana, sem qualquer incidente mais azarado, como o que tivemos em Sochi", disse o brasileiro da Williams, às vésperas da corrida no Circuito da Catalunha.

''EM CASA''

Os pilotos correrão no mesmo circuito no qual realizam os testes da pré-temporada, no início do ano. "A pista de Barcelona é uma daquelas que todos conhecem muito bem, é quase uma corrida em casa porque todo mundo sempre participa dos testes aqui", declarou.



Bom conhecedor do traçado, Massa já sabe das exigências da pista. "Você precisa de muita pressão aerodinâmica, principalmente nos trechos de alta velocidade, e precisa de muita tração no último setor. Fizemos uma boa pré-temporada aqui neste ano, mas agora é o que realmente conta", afirmou o brasileiro.

As atividades do GP da Espanha começam na próxima sexta-feira, às 5h, com a realização do primeiro treino livre. A corrida está agendada para domingo, a partir das 9h.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM