Jornal do Commercio
atletismo

Marchadoras pernambucanas disputam NO/NE no próximo sábado

O Troféu NO/NE de Atletismo será realizado no próximo final de semana, no Recife. A seleção pernambucana pretende confirmar sua hegemonia na competição

Publicado em 17/05/2017, às 13h33

Cisiane participou dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016 / Divulgação
Cisiane participou dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016
Divulgação
Gabriela Máxima

As pernambucanas Cisiane Dutra e Paula Raíssa vão disputar a 41ª edição do Troféu Norte/Nordeste de Atletismo, no próximo final de semana, com a missão de confirmar a hegemonia do Estado nos 20km de marcha atlética. A prova está marcada para o sábado, às 15h, na pista da Universidade Federal de Pernambuco. Esta será a única modalidade que terá suas disputas fora do Complexo Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem.

"O objetivo é somar pontos para Pernambuco no Troféu Norte-Nordeste, mas o torneio será também um apronto para o Troféu Brasil Caixa", comentou o técnico Vanthauze Marques, referindo-se à competição a principal competição do semestre, que será disputada de 9 a 11 de junho, em São Bernardo do Campo, em São Paulo.



SELEÇÃO DE PERNAMBUCO

O NO/NE de atletismo começa na sexta-feira (19) e segue até o domingo (21). A seleção pernambucana é uma das favoritas ao título da competição. Na edição de 2016, os atletas locais garantiram a hegemonia com mais um triunfo. Foram 31 medalhas no total, sendo 11 ouros, nove pratas e 11 bronzes. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM