Jornal do Commercio
WSL

Mineirinho é campeão do Oi Rio Pro

Brasileiro venceu australiano Adrian Buchan na decisão

Publicado em 17/05/2017, às 14h46

Mineirinho não vencia uma etapa desde 2015 / WSL/Divulgação
Mineirinho não vencia uma etapa desde 2015
WSL/Divulgação
Luana Ponsoni

Depois de seis anos, o brasileiro Adriano de Souza voltou a subir ao lugar mais alto do pódio na etapa do Rio de Janeiro do Mundial de Surfe. Na tarde desta quarta-feira (17), o campeão mundial de 2015 conquistou o título do Rio Pro, realizado em Saquarema, após derrotar o australiano Adrian Buchan na decisão. Mineiro saiu do mar com 17.63 contra 17.23 do oponente.

Foi a primeira vez que o surfista brasileiro venceu uma etapa da WSL desde dezembro de 2015, quando conquistou o título mundial. Na ocasião, ele derrotou o compatriota e campeão mundial em 2014, Gabriel Medina.



"Quero agradecer muito a Deus por esse momento maravilhoso. Batalhei muito, como todo mundo sabe. Na vida de uma atleta, muito difícil a gente se dedicar e não alcançar os objetivos. Mas eu nunca desisti deles, sempre acreditei. Sempre demonstrei muita determinação, mesmo nos momentos mais difíceis", declarou Mineirinho à WSL. 

Com o resultado, Mineirinho saiu da quarta colocação no ranking mundial e passa a dividir o segundo posto com o australiano Owen Wright e o sul-africano Jordy Smith. Todos têm 24.400 pontos. O líder é o havaiano John John Florence, que acumula 24.750.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM