Jornal do Commercio
automobilismo

Raikkonen garante que vai se sacrificar para Vettel lutar pelo título

O último mundial de pilotos conquistado pela Ferrari foi em 2007, com Raikkonen. O finlandês está disposto a ajudar Sebastian Vettel na temporada

Publicado em 22/06/2017, às 12h24

Vettel é o atual líder do campeonato / AFP
Vettel é o atual líder do campeonato
AFP
JC Online

Kimi Raikkonen está preparado para se sacrificar para ajudar Sebastian Vettel, o seu companheiro de equipe na Ferrari, a conquistar o seu quinto título na Fórmula 1. O alemão lidera o campeonato com 12 pontos de vantagem para Lewis Hamilton, da Mercedes, após sete corridas. Raikkonen é o quarto colocado, 68 pontos atrás de Vettel.

"Quando eu não tiver chances matemáticas para lutar pelo campeonato, claro que vou ajudá-lo. Não tenho problemas com isso", disse Raikkonen, nesta quinta-feira, na véspera do início das atividades do fim de semana do GP do Azerbaijão. "Isso é sobre o time e a primeira coisa é tentar garantir que estamos no topo com a Ferrari".

FERRARI

A Ferrari tenta levar o seu primeiro Mundial de Pilotos desde que Raikkonen ganhou seu único título em 2007 e a primeira conquista de construtores desde 2008 - na batalha entre as equipes, está oito pontos atrás da Mercedes. "Nós temos um bom carro em todos os aspectos. Espero que voltemos a estar na frente. Todas as corridas este ano estão sendo apertadas", afirmou Raikkonen.



Nesta temporada, Raikkonen teve esperanças de conquistar a vitória no GP de Mônaco, quando faturou a pole position, mas viu as suas chances de ganhar serem arruinadas por um pit stop antes do desejado, o que abriu caminho para Vettel superá-lo em uma dobradinha da Ferrari.

Naquele oportunidade, Raikkonen exibiu frustração com a estratégia adotada. Agora, porém, ele garantiu que estará completamente empenhado em ajudar Vettel quando a oportunidade surgir. "Eu acho que temos regras muito claras na equipe e o que a equipe quer que nós façamos. Vamos seguir as regras. Nada mudou e nós sabemos exatamente como as coisas vão seguir. Isso é bom", afirmou.

Raikkonen reconheceu que a consistência de Vettel faz dele a escolha óbvia para ser o piloto número 1 da equipe. "Seb fez grandes corridas até agora e tem sido forte em tudo. Eu não comecei muito bem as primeiras corridas. Eu não estava onde queria estar".


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM