Jornal do Commercio
Tênis

Andy Murray corrige repórter após ser eliminado por norte-americano

O britânico relembrou que Sam Querrey é o primeiro norte-americano homem a avançar depois de tantos anos. Afinal, as irmãs Williams dominam o grand slam

Publicado em 13/07/2017, às 14h41

Não foi a primeira vez que Murray precisou relembrar outros sobre as irmãs Williams. / Foto: Divulgação/Twitter oficial @Wimbledon
Não foi a primeira vez que Murray precisou relembrar outros sobre as irmãs Williams.
Foto: Divulgação/Twitter oficial @Wimbledon
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O tenista britânico Andy Murray foi eliminado pelo norte-americano Sam Querrey nesta quarta-feira (12), nas quartas de final de Wimbledon. O avanço de um atleta dos Estados Unidos na competição britânica surpreendeu alguns, fazendo com que Murray precisasse relembrar que tenistas mulheres do país já haviam não só chegado longe, como também vencido o grand slam, como as irmãs Williams.

 Na coletiva após o jogo, um jornalista se referiu a Querrey como "primeiro atleta dos Estados Unidos" a alcançar a semifinal desde 2009. Antes de realizar a pergunta sobre como o britânico descreveria a situação, Murray o interrompeu, dizendo apenas "atleta homem". O repórter em questão pediu perdão por não ter entendido e a resposta foi a mesma. "Atleta homem, certo?", repetiu. O jornalista se corrigiu antes de prosseguir.

 O perfil oficial da competição no Twitter publicou vídeo com a resposta do tenista ao repórter. "Andy Murray pode ter perdido, mas nada o superou depois do jogo", diz a publicação.

As irmãs Williams dominam o grand slam. Venus está classificada para a final de Wimbledon deste ano. Ela garantiu a vaga ao vencer Johanna Konta na semifinal e pode ser a atleta mais velha a vencer um grand slam, poucos dias antes de completar 38 anos. Venus já tem cinco títulos da competição, enquanto sua irmã Serena venceu em sete oportunidades, a última no ano passado. O último americano a vencer Wimbledon foi Pete Sampras, em 2000, e Andy Roddick o último a chegar a uma final, em 2009.



  A repórter Dawn Rhodes, do Chicago Tribune, afirmou em sua conta pessoal também no microblog a raridade da situação, quando um homem consegue creditar mulheres rapidamente por seus feitos. "Diga o que quiser sobre Murray, mas é tão raro um atleta homem com um cérebro programado automaticamente para creditar feitos de mulheres", destacou.

Esta não foi a primeira vez que o britânico precisou "relembrar" alguém da existência das irmãs Williams. No ano passado, ao vencer a disputa do tênis na Olimpíada do Rio de Janeiro, outro repórter aparentemente esqueceu os feitos das norte-americanas. John Inverdale, na ocasião, afirmou que Murray era o primeiro tenista a ganhar dois ouros olímpicos, ao que ele corrigiu. "Eu acho que Venus e Serena ganharam quatro cada", disse.

 Andy Murray é o tenista número um do mundo. Apenas Rafael Nadal poderia ultrapassá-lo, mas o espanhol também foi eliminado da competição. O britânico venceu o torneio ano passado.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM