Jornal do Commercio
Tênis

Serena Williams "ama" Andy Murray por resposta feminista em coletiva

"Não deve ter uma mulher atleta que não ama Murray", declarou Serena à emissora ESPN.

Publicado em 14/07/2017, às 15h11

"Ele fala em nome dos direitos das mulheres", disse Serena Williams, sobre o britânico.
Foto: AFP.

A americana Serena Williams declarou nesta sexta-feira que todas as tenistas "amam" Andy Murray, depois do tenista britânico, número 1 do mundo, corrigir um jornalista que formulou uma pergunta um tanto sexista.

Na quarta-feira, após ser eliminado nas quartas de final de Wimbledon, Murray deu coletiva de imprensa e corrigiu um repórter, que afirmou que Sam Querrey, seu algoz na rodada, era "o primeiro americano a alcançar as semifinais de um Grand Slam desde 2009".



"Primeiro homem americano", corrigiu Murray, referindo-se à Serena, recordista de títulos de Grand Slam (23) e atual campeã em Wimbledon.

"Não deve ter uma mulher atleta que não ama Murray", declarou Serena à emissora ESPN.

"Ele fala em nome dos direitos das mulheres. Ele fez isso novamente. Ele é assim, por isso o amamos. Ele fez muito por nós nas quadras". completou a campeã, que não participa da atual edição de Wimbledon por gravidez.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM