Jornal do Commercio
VÕLEI

A Seleção feminina abrirá fase final do Grand Prix contra a China

As meninas fizeram o primeiro treino em Nanjing

Publicado em 27/07/2017, às 20h01

Depois de uma longa viagem, 
a Seleção feminina de vôlei fez o primeiro treino na China.  / Divulgação / CBV
Depois de uma longa viagem, a Seleção feminina de vôlei fez o primeiro treino na China.
Divulgação / CBV
Estadão Conteúdo

A seleção feminina de vôlei chegou nesta quinta-feira a Nanjing, na China, para a fase final do Grand Prix - a estreia será contra as anfitriãs na próxima quarta, dia 2 de agosto, às 8h30 (de Brasília) - depois de 28 horas de viagem e já fez o primeiro treinamento. A ponteira Natália, campeã olímpica com o Brasil no Rio-2016, destacou a importância de antecipar a preparação.

"Já estamos acostumadas a essas viagens longas. Foi muito importante termos chegado esses dias antes para nos adaptarmos ao fuso horário, alimentação e treinamento. Acredito que esse período de aclimatação será fundamental na nossa reta final de preparação", frisou a jogadora.

O Brasil é o atual campeão do Grand Prix e luta pelo 12.º título da competição. O time nacional estará ao lado de chinesas e holandesas no Grupo J, conforme a tabela divulgada pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB, na sigla em inglês). No Grupo K jogarão Estados Unidos, Sérvia e Itália.



FAVORITISMO

Para o técnico do selecionado nacional, José Roberto Guimarães, as donas da casa são as grandes favoritas a vencer o torneio. Mas o treinador confia no potencial das suas jogadoras e aposta na manutenção do bom desempenho da equipe verificado nas fases anteriores da competição.

"Elas (chinesas) jogaram todo o Grand Prix em casa e vão disputar a fase final diante da sua torcida. Na sequência, vamos jogar contra a Holanda que já enfrentamos no Brasil. É uma equipe que evoluiu bastante e fez um bom Grand Prix. Vejo todas as equipes muito equilibradas. Nós temos condições de jogar de igual para igual contra qualquer time. O mais importante é que tenhamos a mesma atitude que tivemos jogando a última etapa no Brasil", projetou Zé Roberto Guimarães.

Após enfrentar as chinesas, a seleção brasileira - que terminou a fase de classificação do Grand Prix em terceiro lugar - terá pela frente a Holanda, no dia 3 de agosto, também às 8h30 (de Brasília).


Recomendados para você


Comentários

Por Janaína Rocha,30/07/2017

Queridos a vencedora olímpica em 206 foi a China.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM