Jornal do Commercio
vôlei

China consegue virada e coloca o Brasil nas semifinais do Grand Prix

Brasil encara a Sérvia pelas semifinais do Grand Prix, no sábado, às 4h. Rival se classificou como primeiro colocado do Grupo K

Publicado em 04/08/2017, às 12h17

Brasil contou com vitória da China para avançar / Divulgação
Brasil contou com vitória da China para avançar
Divulgação
JC Online

A torcida da seleção brasileira pela China na rodada final do Grupo J do Grand Prix deu certo. Nesta sexta-feira, em Nanquim, a equipe anfitriã da fase decisiva do torneio superou a Holanda por 3 sets a 2, com parciais de 25/23, 23/25, 25/23, 20/25 e 18/16, classificando o time dirigido por José Roberto Guimarães às semifinais.

No Grupo J, o Brasil estreou com derrota para a China, por 3 a 0, mas depois superou a Holanda por 3 a 2. Assim, fechou a sua participação na chave com dois pontos e uma vitória, na segunda posição, atrás da seleção chinesa, que somou cinco, e à frente da Holanda, que também fez dois pontos, mas com duas derrotas.

SEMIFINAL

Nas semifinais, neste sábado, a partir das 4h (de Brasília), o Brasil vai encarar a Sérvia, a primeira colocada do Grupo K. As sérvias asseguraram essa condição nesta sexta-feira, quando derrotaram a Itália por 3 sets a 1, com parciais de 25/18, 25/19, 16/25 e 27/25. Derrotada, a equipe será a rival das chinesas na busca pela vaga na decisão.



Nas mãos da China, a seleção brasileira esteve muito próxima de ser eliminada do Grand Prix nesta sexta-feira. Afinal, no tie-break, a Holanda chegou a liderar por 14/10, desperdiçando quatro match points. Depois, a equipe ainda teve outros dois, quando vencia por 15/14 e por 16/15. Nesses momentos, porém, brilhou Zhu Ting, que fechou o jogo com 33 pontos, sendo decisiva não só para o incrível triunfo chinês, como também para a classificação brasileira.

Brasil e Sérvia se enfrentaram duas vezes na fase de classificação do Grand Prix. A equipe brasileira perdeu por 3 a 0 em Ancara e deu o troco, pelo mesmo placar, em Sendai. Agora a seleção tentará "desempatar" o confronto para se classificar à final e seguir na defesa do título conquistado em 2016, o 11º do maior campeão da história do torneio de seleções femininas de vôlei.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM